O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Reforma da previdência social

A previdência social do Brasil vem passando por algumas mudanças ao longo do tempo, porém esse é um tema bastante polêmico, pois como o país ainda está em processo de desenvolvimento econômico e industrial, o atual projeto de reforma é visto como muito rígido e desigualitário.
As alterações propostas estão totalmente ligadas à modificação demográfica que a sociedade está passando. O aumento de idosos é gerado pela melhora da expectativa de vida dos indivíduos que gira em torno dos 75 anos, porém isso gera um gasto maior do governo com a aposentadoria e com a saúde dessas pessoas, o que acarreta mudanças drásticas como aumentar a idade mínima de trabalho para 49 anos de contribuição e só depois disso poder dar entrada no benefício previdenciário, mas para algumas regiões do país a população não vive sequer até os 65 anos, como algumas cidades do Maranhão, isso evidencia que os planos que visam alterar as atuais leis trabalhistas não está sendo feita de forma justa para todos.
As entidades mobilizam-se a partir do princípio de que o ?déficit? no caixa da Previdência resulta dos benefícios, renúncias e desonerações fiscais que o governo concede às grandes empresas. Mais 60 bilhões de reais que teriam de ser recolhidos por meio das contribuições previdenciárias aos cofres públicos desaparecem em razão dessas políticas de incentivo ao setor privado. Então essa falta de dinheiro deixa as autoridades sem condição de pagar aos aposentados e aos que já estão perto do entrar em processo de inatividade trabalhista terão que trabalhar ainda mais do que esperavam por culpa da falta de eficiência e controle econômico desse setor da economia.
Portanto, medidas são necessárias para resolver esse impasse. O Ministério do Trabalho deve analisar a expectativa de vida de cada estado e cidade do país e fazer um balanceamento para estabelecer o tempo de atividade trabalhista que seja igualitário para a população, pois como dizia Hughes Lamennais "Justiça é não fazer a outrém o que não queríamos que nos fizessem", e deve incentivar parcerias entre prefeituras e empresas privadas para abrir cursos profissionalizantes para que os jovens se tornem hábeis para o mercado de trabalho e fazer a economia girar, assim terá montante capaz de suprir todo os gastos da previdência. O Ministério Público deve fiscalizar de forma eficiente e rígida os recursos que entram e saem do setor previdenciário para que não haja furos e desvios financeiros, e a sociedade não seja penalizada por causa dos problemas ocasionados por uma minoria .
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!