ENTRAR NA PLATAFORMA
Redes sociais e o novo conceito de felicidade

              Promulgada pela Organização das Nações Unidas (ONU) em 1948, a Declaração Universal dos Direitos Humanos garante o direito a todos os indivíduos o direito ao bem-estar social. No entanto, uma grande parcela da sociedade está sendo privada desse direito, uma vez que o uso excessivo das redes sociais prejudica a qualidade de vida das pessoas.


              A utilização das redes sociais para o entretenimento é cada vez mais recorrente no cotidiano dos indivíduos. Prova disso, são dados de uma pesquisa realizada pelo Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística (IBOPE), na qual afirma que os brasileiros passam cerca de quatro horas por dia nas redes sociais. Desse modo, vê-se que as mídias ocupam significativa parte do dia das pessoas, que ultilizam ferramentas como "Instagram" e "Facebook". Sendo essas as principais plataformas de compartilhamento, as pessoas têm contato com uma suposta vida perfeita, idealizando uma felicidade distante da realidade. 


              Ademais, é notório que essa utilização causa problemas aos usuários, dado que comparam-se com os "posts" perfeitos de uma vida inatingível. Da mesma Forma, seguindo esse pensamento, o historiador Leandro Karnal afirmou: "As pessoas preocupam-se mais em publicar, do que em viver seus momentos felizes". Contudo, muitos problemas dificultam a resolução da questão, sendo o principal deles o uso excessivo, uma vez que se os indivíduos passassem menos horas diárias nessas mídias, não seria prejudicial.


               Portanto, medidas são necessárias para resolver o impasse. Para tal, cabe ao Ministério da Tecnologia, em parceria com agências publicitárias, promoverem a racionalização do uso das redes sociais, por meio de campanhas midiáticas, nas próprias redes, com avisos acerca dos riscos da utilização exagerada, para que os usuários sejam constantemente alertados do tempo que passam expostos. Caminhando assim, para garantir na prática, o direito afirmado pela Declaração Universal dos Direitos Humanos.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!
Message comes here!
Aguarde