ENTRAR NA PLATAFORMA
Redes sociais e o novo conceito de felicidade

Com o avanço da tecnologia novas formas de comunicações interpessoais surgiram, e o mau uso dessas ferramentas está impactando de uma maneira negativa a vida das pessoas, colocando em questão o uso das redes e o novo conceito de felicidade. Dessa forma, são necessárias medidas protetivas do Estado para a sociedade, e que esta obtenha uma postura crítica e inteligente em relação ao uso das redes sociais.


Em primeiro lugar, vale destacar a inobservância do Estado à questão, pois a sociedade está fazendo uso desses meios de uma maneira equivocada, e o governo até o momento não tomou nenhuma atitude a respeito. Seguindo essa lógica, ao invés da população fazer bom uso desses meios ela encaminha-se para o lado inverso.


Em segundo lugar, as redes sociais atualmente estão sendo utilizadas para “comparar e mascarar vidas”, e essa conduta é plausível de críticas dos psicólogos. Assim sendo, os usuários devem estar atentos ao seu uso pois eles mesmos são os mais afetados, uma vez que, ao realizarem essa comparação eles irão se sentir infelizes e incapacitados de ter uma vida feliz e de sucesso.


Infere-se, portanto, que o Governo adote medidas preventivas contra o uso inadequado dessas tecnologias, capacitando profissionais para realizarem palestras em escolas e espaços públicos, além de campanhas publicitárias alertando a população sobre os possíveis riscos. Além disso, os cidadãos devem fazer o seu papel utilizando esses meios de um jeito crítico e consciente, dessa forma, a infelicidade em torno do progresso se extinguirá.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!
Message comes here!
Aguarde