ENTRAR NA PLATAFORMA
Redes sociais e o novo conceito de felicidade

 A incansável busca pelo conhecimento de Albert Einsten herdada pela humanidade, possibilitou o avanço exponencial da tecnologia. Tendo isso em vista, uma das maiores transformações na vida da sociedade foi o surgimento das redes sociais e o novo conceito de felicidade. Nesse sentido, de modo infeliz, as influências desse falso sentimento são cada vez mais alarmantes para a população, visto que os aplicativos estão eliminando os motivos de extase individual. Desse modo, destaca-se a modernidade líquida e a alienação como agravantes do problema.


 Primeiramente, o uso das redes sociais distanciam a felicidade individual da relatividade das ações. Dito isso, segundo o filósofo polonês Z. Bauman, vive-se em uma modernidade líquida em que todas as relações humanas são vazias e momentâneas. Nessa perspectiva, nota-se que o sentimento de felicidade se resume a curtidas e postagens similares, idealizadas pela própria rede, de modo que os usuários perdem suas ambições pessoais para viver uma falsa felicidade. Fica explícito, então, a necessidade da desconstrução dessa cultura como forma de combate ao novo conceito.


 Outrossim, a alienação dos internautas, além de mascarar doenças psicológicas, causam a dependência. Diante disso, a seleção dos dados pelos algoritmos programados, tem como propósito atingir algum objetivo, como a coerção à compra de vários produtos. Nesse contexto, o ser humano trabalha de maneira parecida, selecionando momentos e fotos, geralmente atrás do mesmo pote de ouro: as curtidas. Paralelamente a isso, é notório que doenças como a depressão são alimentadas por esse vício, ressaltando a importância de uma intervenção.


 Destarte, após analisar os problemas e observar as consequências negativas, faz-se mister a resolução de tal. Contudo, é dever do Mídia Televisiva juntamente com o Ministério da Cultura desconstruir essa premissa, com novelas em horários nobres, exemplificando a felicidade das coisas simples e individuais, além de minimizar o constante uso de smartphones. Ademais, essa proposta tem como finalidade a conscientização da população para o perigo eminente do alienismo, e minimizar o uso das redes sociais. Contanto, o novo conceito será combatido, diminuido doenças psicológias e orgulhando o pacifista Albert Einsten.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!
Message comes here!
Aguarde