ENTRAR NA PLATAFORMA
Redes sociais e o novo conceito de felicidade

                                                     Felicidade farsante


  É evidente que a felicidade gerada nas redes sociais, é um grande problema moderno e mundial. No filme americano A Rede Social, mostra as consequências da criação da plataforma mais famosa, o Facebook; com vários conflitos entre usuários, por exemplo, a criação da bolha social com fotos e vídeos e ainda discussões internas. Fora da ficção, as redes sociais criaram usuários que geram uma felicidade falsa (sendo os jovens os mais afetados por esse ato), porém muitos indivíduos não entende a gravidade desse ato. Além disso, a autoestima desses seguidores é altamente afetada, entretanto muitos não estão cientes da situação. Portanto, há que se avançar quanto a esse assunto.
  Acerca da situação da felicidade farsante, isso ocorre pois algumas pessoas focam em mostrar somente o lado positivo em vidas, ficando conhecidas por influenciadores; já que quantos mais seguidores tiveram, mais gratificante esse ato fica, gerando uma bolha de alienação. Verifica-se ainda, que a consequência desse ato afeta em sua grande maioria jovens. Por conta disso, a rede social Instagram, em 2019 iniciou uma proposta em esconder o número de curtidas de todos os usuários. Dessa forma, a questão de vida perfeita necessita ser exterminada.
  Ainda nesse sentido, a autoestima desses seguidores é altamente afetada. Segundo os estudos feitos pela Universidade de Michigan nos Estados Unidos, mostra que a infelicidade está ligada ao tempo de exposição às postagens desses dominadores sociais. Isso acontece pois os seguidores desejarem uma vida perfeita igual aos influenciadores. Por isso, a diminuição desses indivíduos dominadores mundiais é essencial para uma vida saudável.
  Pelo exposto, pode se afirmar que essa grande infelicidade é um problema mundial. Assim sendo, a fim de garantir uma saúde mental a toda população, cabe as escolas mostrarem aos jovens que estão entrando nesse meio social, os problemas que esse ato pode gerar, por meio de palestras com psicólogos, provando os perigos que os influenciadores geram. Para finalizar, cabe aos criadores das redes sociais, criarem mecanismos de proteção digital, por meio de algoritmos de visualização, proporcionando uma felicidade real aos usuários. A partir dos resultados será possível garantir de fato, um balanceamento entre a rede social e a vida real.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!
Message comes here!
Aguarde