ENTRAR NA PLATAFORMA
Redes sociais e a nova era da comunicação
O poeta Jefferson Camargo disse: "Certas pessoas acreditam que existe um mundo virtual, mas se esquecem de que por trás de cada teclado há uma pessoa real, mesmo que seja "fake". De forma análoga ao pensamento do poeta brasileiro ''a era das redes sociais e da comunicação'' avançou ao passo que foi crescente os problemas enfrentados pelas pessoas no que condiz ao mundo virtual, tornou-se comum a divulgação inadequada de informações na internet e o agravamento do quadro grave de Fake News no munda da comunicação atual, fator abrangente nos quadros sociais. Em primeiro lugar, as redes sociais como o Facebook, o Instagram, o Twiter, dentre outros, têm ajudado explicitamente muitas pessoas a interagir com outras através da divulgação de fotos, vídeos e frases do seu cotidiano, o que é um risco, se feito da maneira inadequada, pois existem perigos ocultos de relevante atenção nessas mídias sociais que vêm destruindo a vida de muitos brasileiros, perigos tais como o vazamento de informações confidenciais (de caráter restrito) para bandidos cibernéticos e a visível exposição íntima ocasionados por terceiros que, de alguma forma, conseguem os dados de segurança dos usuários. Isso tem feito muitos adeptos chegarem a ter problemas com depressão, isolamento e, pior, o ato de tomarem a atitude de tirar a própria vida, por vez ou outra. Por conseguinte, a comunicação virtual tornou-se comum com a chegada de elementos como sites de comunicação, blogs e mídias sociais, o que veio facilitando a chegada da informação em primeiro tempo através da internet nos celulares e computadores de muitos internautas do século XXI. Em contrapartida, ao chegar , instantaneamente, nos aparelhos usuais dos diferentes indivíduos a informação, por diversas vezes, tem sido ofertada de forma distorcida da sua veracidade, o que caracteriza a Fake News, um grande problema enfrentado pela sociedade brasileira na atualidade, já que é grande a demanda de falsas informações repassadas pelos meios comuns usados no dia a dia de cada um dos que fazem uso dos meios de comunicação virtual encontrados disponíveis. Assim, portanto, se não for combatido o problema rotineiro encontrado nas redes sociais e na atual era da comunicação o Brasil vai a declínio. Prontamente, cabe ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações aliado ao Ministério da Educação solucionar os empasses encontrados nesses setores com campanhas publicitárias nos telejornais e mídias sociais alertando aos que fazem uso desses recursos (citados no início) sobre os seus perigos e suas causas nos dias de hoje, usando também de palestras e discursos nas escolas e instituições de ensino com o objetivo de fazer com que os jovens, que é a grande maioria dos usuários, se atentem à escassez de segurança durante o uso e manoseio desses termos ,outa vez citados, pois só assim é que se vai conseguir construir um Brasil com mais acessibilidade a todas as classes e idades de pessoas nas redes sociais e no quis respeito à informação e quem sabe, talvez, tenhamos menos dúvidas ao acreditar no mundo virtual e interagir sem medo com quem está atrás da tela do outro lado, como fala a frase inicial do poeta Jefferson Camargo.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!
Message comes here!
Aguarde