O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Racismo Velado

"Todo Mundo Odeia o Chris" é uma série americana, que gira em torno de Chris, um estudante que sofre diariamente preconceito racial e agressões por seus colegas, e o mesmo vive em uma sociedade em que o racismo é claramente exposto e "normal". Não distante da ficção, nos dias atuais, observa-se o racismo velado na sociedade brasileira, em que o preconceito é implícito. Por isso, torna-se necessário o debate acerca do problema na sociedade brasileira.


Diante disso, é indubitável que a questão social esteja entre as causas do problema. De maneira análoga, percebe-se que o preconceito racial, vem desde o imperialismo, em que os europeus usavam o darwinismo social para explicarem a superioridade em relação a outras etnias. No Brasil o racismo não é explícito, mas continua ali, sendo nos comentários sobre o cabelo e cor de pele ou situações em que os negros enfrentam problemas para ter acesso a serviços e direitos. Haja vista que uma pesquisa publicada em 2011 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), indica que 63,7% dos brasileiros consideram que a raça interfere na qualidade de vida dos cidadãos.


Outrossim, destaca-se a lei 12.288 de 2010, que instituiu o Estatuto da Igualdade Racial, promovendo o princípio da isonomia à população negra. É fato que medidas como essas podem atenuar o problema, também causando o racismo velado, em que o agressor usa expressões implícitas para a discriminação, não sendo punido perante a lei, fazendo com que as conquistas do Movimento Negro, em que lutaram personalidades como Zumbi dos Palmares, Nelson Mandela, Malcolm X e Martin Luther King, tenham sido uma causa "perdida" e progredindo em uma mentalidade retrógrada.


É evidente, portanto, que ainda há entraves para garantir a solidificação de uma sociedade que vise a construção de um mundo melhor. Destarte, o Governo Federal junto ao Instituto da Mulher Negra (Geledés) devem fazer com que o Estatuto da Igualdade Racial vigore no país, promovendo à população negra, a efetivação da igualdade de oportunidades e a defesa dos direitos étnicos individuais. Adiante, o Ministério da Educação (MEC) deve instituir, nas escolas, palestras ministradas por profissionais, que discutam o combate ao racismo implícito e o explícito, a fim de que o problema seja dissolvido no âmbito escolar. Dessa forma, a população negra do Brasil não precisará viver a realidade de Chris.






Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!