O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Promoção da saúde e do bem-estar

Saúde e qualidade de vida para todos


Conforme o artigo 1º da Declaração Universal dos Direitos Humanos, todos os seres humanos nascem livres e iguais em dignidade e em direitos. No entanto, nem todos têm seus direitos respeitados. Portanto, é função do Estado assegurar o bem-estar e uma vida saudável a todas as pessoas, em todas as faixas etárias, bem como é um dever da sociedade conhecer na íntegra seus direitos para que possa exigir que se cumpram. 


Segundo o filósofo chinês Confúcio, não corrigir as falhas, é o mesmo que cometer novos erros. Desse ponto de vista, é necessário que o Estado corrija suas falhas para que possa cumprir sua função de oferecer saúde e bem estar para todos, a fim de evitar novos erros de omissão quando falta um atendimento médico e social de qualidade, revelado em uma aposentadoria que não promove a dignidade aos idosos, também na ausência de certas vacinas infantis nos postos de saúde, no ensino de pouca qualidade para o futuro dos jovens, além de um apoio insuficiente para a recolocação no mercado de trabalho para os adultos.


Ainda de acordo com ex-primeira-dama dos Estados Unidos, Michelle Obama, se as pessoas querem chegar a algum lugar, precisam assumir quem são. Ou seja, a sociedade tem um papel fundamental para garantir uma boa qualidade de vida a todos ao exercer sua cidadania, buscando informações em fontes oficiais sobre quais são os direitos humanos assegurados pela Constituição Federal e pela ONU, também com o objetivo de respeitar os direitos de seu próximo e exigir que eles se cumpram.


Diante do exposto, o cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável em assegurar vida saudável e bem estar a todos em todas as faixas etárias é um dever do Estado e também da sociedade. Ademais, palestras sobre quais são essas metas, organizadas pelo Estado através do Ministério da Cidadania e ministradas em escolas e instituições religiosas podem ajudar trazendo mais esclarecimentos. Certamente, a população também deve respeitar os direitos das outras pessoas e exigir que o Estado corrija suas falhas de omissão para que seus direitos à saúde e qualidade de vida sejam cumpridos.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!