O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Prevenção da obesidade no Brasil

Desde do Iluminismo, entende-se que uma sociedade só progride quando um se mobiliza com o problema do outro. No entanto, quando se observa o menoscabo do poder público mediante à obesidade, observa-se que esse ideal iluminista é constatado na teoria e não desejavelmente na prática e a problemática persiste intrinsecamente ligada a realidade do país. Nesse contexto, convém analisarmos as principais consequências dessa postura negligente que impossibilita que as cautelas contra o sobrepeso sejam efetivadas.
É indubitável que a questão constitucional e a sua aplicação estejam entre as causas do problema. Tal fato se reflete na inexistência de uma educação alimentar nos âmbitos escolares, apesar de constar no artigo 193 da constituição federal que o bem-estar coletivo é um dos principais objetivos da ordem social. Nesse ínterim, paradoxalmente ao que se encontra no texto legal, as cantinas escolares apresentam, cada vez mais, alimentos altamente calóricos o que afeta diretamente no aumento da obesidade, uma vez que, a escola é o principal agente de formação do indivíduo, inclusive no que tangencia aos hábitos alimentares. Dessa forma, torna-se realmente inviável a prevenção da obesidade, uma vez que o ambiente do qual deveria renunciar alimentos prejudiciais à saúde, torna-o parte da dieta acadêmica.
Além disso, percebe-se a aceleração do mundo moderno como propulsora do problema. Adaptando a ideia de modernidade líquida do sociólogo Zygmunt Bauman, os prazeres imediatos têm sido prioridade na vida de diversos brasileiros o que acarreta uma praticidade quanto aquilo que é consumido. Nesse contexto, é exemplo dessa questão, os alarmantes índices de obesidade nos últimos anos, cerca de 60% segundo o Ministério da Saúde, demonstrando, nesse sentido, que a as escolhas dos brasileiros por alimentos mais práticos, como os chamados "fast food", são agentes ativos do sobrepeso no país.
Portanto, medidas são necessárias para impedir que tal problema continue sendo uma realidade no Brasil. Nesse sentido, é indispensável que o Ministério da Educação promova nas escolas fiscalizações regulares com o apoio das secretárias estaduais e seus agentes, a fim de que as cantinas que vendem produtos altamente calóricos paguem sanções, além de terem seu estabelecimento fechado caso o problema persista, a fim de que a alimentação dos alunos seja mais saudável. Além disso, é de suma importância que a mídia divulgue através de novelas e comerciais a importância de uma alimentação regular, a fim de que a população se conscientize da importância de hábitos alimentares saudáveis. Só assim, poderemos ter melhorias consideráveis quando a obesidade no país.



Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!