O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Preconceito linguístico

A inerência entre o preconceito e a variante linguística
"A cultura está acima da condição social"- com essa frase, o filósofo chinês Confúcio relata de forma sucinta o que são as variantes linguísticas. É sábio que a Língua Portuguesa possui diversas ramificações e particularidades, sejam elas regionais, sociais ou históricas, o que contribui para a formação cultural do mosaico linguístico português. Entretanto, também é sábio que o preconceito linguístico está presenta na sociedade de forma intolerante, preconceituosa e debochada, sendo um retrocesso contra a grande pluralidade cultural linguística.
Em primeiro lugar, é preciso desfazer a confusão mental histórica que foi criada a respeito da língua- a polarização entre a forma escrita culta como correta e a língua falada, principalmente de grupos desfavorecidos, como errada. É claro que a forma padrão tem seus méritos, e deve ser usada em momentos adequados, entretanto, não existe um jeito certo ou errado de se falar, visto que a língua falada não corresponde à língua escrita. Desse modo, é preciso desmistificar estereótipos como "caipira, baiano, nordestino" relacionado a "forma errada de se falar", geralmente imposto por uma classe social que se sente superior linguisticamente.
Por conseguinte, esse tipo de preconceito acentua ainda mais a desigualdade social no Brasil, visto que as classes que são consideradas errôneas geralmente são de pessoas que possuem baixo valor aquisitivo, e que são segregadas socialmente. Entretanto, vale lembrar que as variantes linguísticas fazem parte da extensa pluralidade cultural e regional do Brasil, e padronizar um modo como correto ou errado é limitar o valor cultural da língua.
Em suma, fica evidente que i preconceito linguístico é inerente em uma sociedade heterogênea e vastamente cultural. Dessa forma, é preciso uma ação conjunta entre pedagogos para desmistificar a "forma correta" de se falar, aplicando essa ideia em sala de aula e em palestras, a fim de tornar a Língua Portuguesa mais democrática.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!