O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Pós-verdade

    O filósofo Jean-Paul Sartre dissertou acerca do comportamento coletivo, evidenciando-o sobre o caminho para o real progresso de uma nação, a fim de alcançar o bem-estar social. Análogo a isso, nota-se, no mundo hodierno, um aumento de casos das chamadas "Fake News", notícias falsas com o intuito de prejudicar determinada pessoa ou grupo, caracterizando a Pós-verdade. Dessa forma, deve-se pautar, na contemporaneidade, os desdobramentos dessa pauta e as consequências dessa faceta caótica. 


    Em primeiro lugar, é importante discutir as causas dessa probemática. Nesse sentido, segundo o filósofo Pierre Levy, a Era da informação, marcada pela ascensão da internet, destaca-se pela democratização do acesso à comunicação, possibilitando que qualquer pessoa publique informações na rede de comunicações, podendo serem verídicas ou não, isso pode causar enormes transtornos, pois segundo o filósofo Maquiável, o homem é naturalmente egoísta, podendo usar esse método para benefício próprio, prejudicando possíveis rivais, principalmente no meio político. Isso se alia ao fato de o homem tender a ser preguiçoso, de acordo com pesquisa divulgada pelo site G1, fazendo-o não veríficar a procedência de determinadas informações e acabar sendo vítima de um possível jogo político. 


    Ademais, é válido debater as consequências dessa prática. Nessa perspectiva, apesar de a divulgação de informações falsas e calúnia caracterizarem crime pela Constituição Federal de 1988, esses atos ocorrem com frequência, com o filósofo Dahrendorf, em "Lei e Ordem", responsabilizando a insuficiência governamental pela ocorrência de crimes, com a manutenção do "Status quo" gerando uma tendência de aumento dos casos. Paralelamente, essa prática é usada como estratégia por grupos políticos para desqualificar inimigos, sem se importarem com a imoralidade e ilegalidade que isso representa. Outrossim, é vultoso salientar a importância das autoridades no papel de coibir essas ações.


   Portanto, torna-se clara a necessidade de adoção de medidas para mitigar essa prática. Para isso, urge que o Governo Federal, junto ao Poder legislativo e especialistas, crie um projeto para desenvolver um software que filtre as informações disponíveis no meio digital, identifique informações falsas e seus autores, facilitando o trabalho das autoridades investigativas e coibindo tais ações. Sendo assim, isso pode ser aprovado por meio de um Projeto de lei e tem como finalidade o aumento do bem-estar social, o que vai ao encontro da teoria do filósofo francês.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!