O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Pós-verdade

 A invenção da internet democratizou o conhecimento de uma forma nunca dantes vista, o que possibilitou a diversas pessoas acessarem-no sem restrições e, instruir-se sobre diversos assuntos. No entanto, alguns cidadãos viram, através do grande alcance proporcionado pela rede, a oportunidade de propagar informações que favorecessem interesses pessoais ou de um determinado grupo, mesmo que não fossem fatos consolidados, prática essa que funcionou e levou ao conceito de pós-verdade, no qual falas que corroboram ao pensamento e opinião de uma pessoa são mais importantes do que o fato em si. Em decorrência disso surge uma sociedade hostil e polarizada e, ainda a formação de teorias conspiratórias. Isso posto, há que se trabalhar a pós-verdade no Brasil.


Quanto a uma sociedade hostil e polarizada, constata-se que tal fato teve ascensão com o autodenominado filósofo Orvalho de Carvalho. Em seu livro "O mínimo que você precisa saber para não ser um idiota", o escritor revela que para defender seu ponto de vista não é necessário ter bons argumentos, mas sim atacar o adversário e apelar para o lado emocional do debate. Por conseguinte, as pessoas que utilizam esse método mostram-se hostis , sem demonstrar a vontade de entender quem vê alguma situação sobre outra ótica que não a sua, o que contribui para a polarização das ideias e, também, a persistência da pós-verdade na sociedade, uma vez que tornam-se mais relevantes opiniões de alguém do que argumentos fundamentados.


Outrossim, verifica-se que a formação de teorias conspiratórias pode ser decorrente  da prática supracitada, tendo em vista que a base da maioria delas encontra-se em meras opiniões sem créditos científicos. Ainda que isso pareça absurdo, diversas conspirações  utilizam meios extremamente elaborados para serem aceitas na sociedade, como o viés de confirmação, que  constitui-se no  processo em que compartilham-se informações de forma seletiva e, apelo o sensacionalismo e sentimentalismo, práticas que, segundo o o psicólogo Richard Fohrer, são extremamente efetivas. Dessa forma, teorias como o terraplanismo e o movimento anti-vacina, ambas já refutadas pela ciência, ganham força na sociedade por meio da pós-verdade e, acabam por explicitar a urgência de reverter-se o cenário em questão.


Entende-se, portanto, que há muito a ser melhorado no que diz respeito a pós-verdade no Brasil. Compete ao Ministério da Educação, por meio de projetos nas escolas públicas - uma vez que a maior parte dos estudantes encontram-se lá - instruir crianças e jovens quanto aos perigos da pós-verdade na sociedade. Esse processo deve ser feito por intermédio de incentivos a leitura, discussões, reflexões e palestras educacionais, na tentativa de formar cidadãos imunes as consequências da desinformação. Desse modo, espera-se que o lema da bandeira brasileira "ordem e progresso" seja seguido.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!