use o cupom aprovado21 e ganhe + 21% de desconto extra 21% OFF

Poluição do ar e seus impactos na saúde da população

     Na distopia canadense "O Conto da Aia", a poluição do ar causada pelos humanos levou à infertilidade de grande parte da população, com chance de 1 em 4 de ter um filho saudável. Fora das telas, essa degradação ambiental afeta negativamente a saúde dos indivíduos, mediante impactos como a maior incidência de doenças respiratórias, visto que a ausência de controle estatal e o resultado da ascensão capitalista agravam contaminação do ar. 


       Convém ressaltar, a princípio, a ineficiência estatal quanto à contenção da poluição atmosférica. De acordo com a Constituição Federal de 1988, todos têm direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado. Entretanto, a falta de práticas públicas de atenuação às concequências da deterioração do ar, como o investimento em transporte público de qualidade, a fim de reduzir a emissão de gases tóxicos, expelidos pela grande quandidade de veículos automotivos, não só torna recorrente os prejuízos a saúde humana, como a irritação de olhos e pulmões, mas também evidencia a inexistência da asseguração desse direito básico. 


       Somado a isso, a consolidação do sistema capitalista corrobora com a contaminação atmosférica. A partir Revolução Industrial e a criação das grandes indústrias, o processo de degradação ambiental tornou-se cada vez mais intenso, tanto pela emissão de gases tóxicos provenientes da queima de combustíveis, quanto pela extração em massa de matéria prima. Hodiernamente, esse cenário permanece o mesmo, uma vez que a ganância humana pelo lucro faz com que os impactos gerados pela produção ao meio ambiente, não sejam devidamente atenuados, o que novamente afeta o bem estar da população.  


         Diante de tais fatos, o combate ao avanço da poluição deve tornar-se efetivo, tendo em vista seu papel negativo no bem estar dos cidadãos e no equilíbrio do ecossistema, como no futuro distópico da série canadense. Assim, compete a OMS, em parceria com o Ministério do Meio Ambiente, promover um projeto de redução e controle da poluição, não só com campanhas diárias nos meios midiáticos divulgando a importância da substituição de combustíveis fósseis por fontes renováveis, como também com a implantação de áreas verdes em centros urbanos, a fim de reduzir a liberação de gases poluentes, e, consequentemente, proteger a saúde humana de seus impactos. 


       

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!