ENTRAR NA PLATAFORMA
Poluição do ar e seus impactos na saúde da população

      Desde o advento da Industrialização o homem passou por diversas mudanças, dentre elas, está sua relação com o planeta terra, visto que, nos últimos anos, se tornou evidente as consequências desse processo afetando diretamente o ar atmosférico e a saúde humana. No que tange à esse assunto, podemos destacar fatores intensificadores desse problema, sendo a busca incansável por recursos e bens materiais e o descaso com a saúde pública os principais atenuantes desse entrave.
      Em primeiro plano, é interessante frisar os problemas que a persistência em acumular bens materiais pode provocar à sociedade, como por exemplo o aumento da segregação e das desigualdades. A indústria e o comércio se tornaram os pilares essenciais para findar esse pensamento capitalista e apesar da soberania de corpo e alma descrita pelo economista John Stuart Mill em uma de suas frases, o indivíduo cada vez mais participa das consequências dessa escolha, já que, á longo prazo essa conjuntura pode provocar problemas tanto para a saúde humana, quanto para os processos naturais do mundo.
      Outrossim, está o descaso com relação à saúde individual, que se tornou objeto de manejo quando comparada ao desejo de enriquecer. O poeta Vinicius de Morais em sua célebre frase disse: "Amai, porque nada melhor para a saúde que um amor correspondido", com isso, determinava a importância, segundo ele, da saúde durante a vida. No entanto, essa valoração está cada vez mais encoberta pela sede de lucro e a vontade de desenvolvimento de forma rápida e precipitada, acentuando cada vez mais a poluição atmosférica e desencadeando na redução drástica da qualidade de vida.
      Ademais, é evidente a necessidade de políticas governamentais e mudanças sociais para amenizar os impactos provocados pela poluição atmosférica. Portanto, concerne ao Estado, através do Ministério da Educação à adoção de programas educacionais que, por meio da adesão do Ensino ambiental nas grades curriculares escolares vise a importante relação do ambiente com a saúde global, favorecendo o conhecimento acerca dos riscos que as ações antrópicas com mero desejo lucrativo podem representar nesse processo. Cabe também ao mesmo, a utilização das universidades públicas à favor da população, proporcionando investimento em pesquisas ciêntificas com a finalidade de encontrar novos meios de produzir sem poluir, tornando por fim, o desejado progresso não só lucrativo como também saudável e democrático.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!
Message comes here!
Aguarde