ENTRAR NA PLATAFORMA
Poluição do ar e seus impactos na saúde da população

 ''No meio do caminho tinha uma pedra, tinha uma pedra no meio do caminho''. Através deste trecho do poeta modernista Carlos Drummond de Andrade, percebe-se que a sociedade, ao longo de seu desenvolvimento, encontra obstáculos em sua caminhada. Nesse viés, os impactos na saúde da população, devido a poluição do ar, se configuram como um empecilho na sociedade contemporânea. Tal empecilho instala-se nas políticas públicas, afetando a sociedade como um todo.


 Em primeira análise, ocupando a nona posição econômica mundial, seria racional acreditar que o Brasil possui um sistema público de saúde e segurança ambiental eficaz. Contudo, a realidade é claramente o oposto  e é refletida no número alarmante de mortes relacionadas a poluição do ar. Prova disso é os dados divulgados pela Organização Mundial da Saúde (OMS), no qual informam que mais de 50 mil pessoas morrem por ano no Brasil, por doenças como câncer de pulmão, acidente vascular cerebral e infecções agudas do sistema respiratório inferior, como pneumonia.


 Além disso, a educação é o principal fator para o desenvolvimento de um país. Entretanto, os cidadãos não têm consciência da liberação de gases ou partículas inaláveis, como dióxidos de enxofre, nitrogênio, ozônio e etc. Estes poluentes são originados de queimas em geral (combustíveis, árvores, lixos e etc) e industrializações. Ademais, para o sociólogo francês Émile Durkheim, o indivíduo poderá agir apenas quando aprender a conhecer o contexto em que está inserido, a saber das origens e condições de que depende. Assim, somente a educação pode desenvolver esse senso no indivíduo, alcançando uma sociedade consciente e saudável.


 Destarte, diante dos fatos supracitados, é evidente a necessidade de solucionar o impasse causado pela poluição do ar. Cabe ao Ministério do Meio Ambiente (MMA), em parceria com o Ministério da Educação, intervir,ampliando os estudos de pesquisas para novas alternativas de usufruir dos recursos naturais, sem que haja a liberação excessiva de gases e partículas poluentes. por meio de investimentos estatais. Outrossim, organizar palestras educacionais e conscientizadoras nas escolas para alunos e interessados pelo assunto, ministradas por professores de biologia e química. Para que, assim, todos tenham acesso às políticas públicas e a poluição do ar seja uma pedra removida do caminho para o desenvolvimento da sociedade.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!
Message comes here!
Aguarde