O desconto do plano APROVADO EM 2021 termina em: dias horas minutos segundos

Pobreza no Brasil

"Não há nada de tão absurdo que o hábito não torne aceitável". A afirmação, atribuída ao filósofo Romano Cícero, pode facilmente ser aplicada a pobreza no Brasil, já que a ocorrência dessa problemática se dá ao fato da população se habituar a ela. Nesse sentido, torna-se evidente que esse quadro tem como origem a mentalidade capitalista. Desse modo, entre os fatores que contribuem para essa conjuntura, destaca-se a objetificação do ser humano e a mercantilização de produtos essências.


De tal forma, torna-se claro como a objetificação do ser humano colabora para a pobreza no Brasil. Isso é decorrência da busca pelo lucro das grandes empresas, que utilizam seus funcionários apenas como ferramentas, não dando o devido valor para os mesmos. Tem-se como consequência disso o baixo salário dos trabalhadores comuns. Essa reflexão pode ser confirmada pela remuneração dos operários da empresa JBS, que é um pouco mais de um salário mínimo.


Além disso, percebe-se que a mercantilização de produtos essências gera a pobreza no Brasil. Tal quadro advém dos altos preços de alimentos, produtos de limpeza e outras manufaturas. Resulta dessa situação o baixo poder de compra de grande parte dos brasileiros. Uma ilustração clara dessa problema é a quantidade de cestas básicas que podem ser compradas com um salário mínimo, sendo o valor em torno de três por mês, algo insuficiente dependendo do tamanho da família.


Mediante ao exposto, fica claro como a mentalidade capitalista gera a pobreza no Brasil. Lara solucionar tal problemática, faz-se necessário que o governo atual crie o Plano Nacional de Combate a Pobreza, que terá como prioridade diminuir a miséria no Brasil. Esse plano atuará a partir do Ministério da Cidadania, propondo novas formas de combater a super precificação de produtos essências, assim como buscará métodos de gerar e valorizar empregos, tendo como finalidade acabar com a carência de diversas famílias do Brasil. Assim, a partir dessas medidas, os brasileiros deixarão de ser habituados a viver um absurdo.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!