O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Pedofilia no Brasil



O passado das crianças ao longo da história pode ser perturbador, o infanticídio não era visto com maus olhos nas sociedades mais arcaicas, na Grécia antiga as crianças que nasciam com deficiências eram jogadas do penhasco para a morte, em Jericó os corpos de crianças mortas eram usados para a construção de muros e pontes. Porém nos dias atuais a exploração do corpo infantil continua, seja por mão-de-obra barata em minas de carvão, seja pela sua exploração sexual, prática conhecida como pedofilia.

Em primeira análise, cabe ressaltar que a preocupação com a pedofilia na sociedade brasileira é uma ação que por muito tempo ficou mascarada e escondida. Comprova-se isso através da análise de que só recentemente (na Constituição Federal de 1988) a violência ou abuso contra crianças e adolescentes ficou passível de punição, começando assim a ser incluída como preocupação efetiva da sociedade civil e como política pública. Devido a esse fato a visão de como e errado abusar de uma criança ainda não tomou suas devidas proporções.

Os casos de abusos são extremamente altos, a maioria das ocorrências começa na internet, com os avanços tecnológicos tornou-se ainda mais fácil para o pedófilo escolher suas vitimas. No ambiente virtual a conversa ocorre de forma mais espontânea e discreta, muitas vezes longe da supervisão dos pais. O Governo Federal divulgou que ocorre por dia mais de 70 denúncias sobre abusos sexuais, em sua maioria cometidos contra meninas.

Portanto, medidas devem ser tomadas para atenuar a problemática, como um maior investimento do Governo Federal em conjunto com o Ministério da Saúde, para que as crianças abusadas ou violentadas tenham um maior acesso a tratamentos médicos e psicológicos. E necessário também que os pais monitorem as atividades dos seus filhos na internet, atentos a sinais como mudança de comportamento e sempre tentando manter diálogos amigáveis com os filhos. Além disso e essencial que as escolas junto as Secretárias da Educação abordem o assunto e incentivem a denúncia das próprias crianças, retirando gradativamente o medo delas dos seus agressores. Somente assim o Brasil poderá de forma exitosa quebrar a máscara que esconde a pedofilia em território nacional.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!