O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Os relacionamentos abusivos em questão no Brasil

Relacionamentos abusivos e violentos estão presentes em nossa cultura, de forma explicita, desde o período clássico até os dias atuais. Em Roma, eram retratadas diversas formas de violência, principalmente contra a mulher, atualmente, contudo, alguns desses abusos são assistidos em telões na forma de relações autoritárias romantizadas.


Convém analisar inicialmente que há uma amortização e distorção no que é um relacionamento saudável. Desde a infância, é assistido desenhos de princesas que dependem do príncipe encantado, e quando mais velhos, se vê filmes como Crepúsculo e Cinquenta tons de cinza, que a princípio retratam romances desejáveis, mas que pode ser percebido traços de autoridade e dependência na relação.


Associado a esse antagonismo, estamos na era da informação e tecnologia e ainda assim, sem esclarecimento de como é um convívio saudável, e com baixos índices de denúncias de agressões ocorridas em um relacionamento. Logo, grande parte dessa falta de busca por ajuda, pode ser associada a ausência de conhecimento. Partindo do pressuposto que uma relação abusiva se inicia de forma sutil, muitas pessoas possuem dificuldade para identificar que estão de fato vivendo um abuso.


Uma vez analisada a situação, providências podem ser determinadas afim de conscientizar a população sobre os relacionamentos abusivos e garantir assim, a sua segurança. Portanto, o Ministério da Educação aliado ao Ministério da Saúde, podem agregar terapias com psicólogos em colégios e faculdades, buscando discutir sobre abusos em relações, trazendo formas de identificar o mesmo e onde buscar ajuda profissional. Associado a esse esclarecimento, deve-se incentivar que aqueles que sofrem agressões, denunciem junto a polícia e clamem por justiça e proteção para se desvincular o quanto antes do seu agressor.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!