O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Os relacionamentos abusivos em questão no Brasil

Fruto de uma educação deturpada ou até mesmo problemas psicológicos. Os relacionamentos abusivos tomam para se a liberdade de outrem, abusando de forma psicológica e até física de suas vítimas, sendo ainda um dos principais vetores da violência doméstica e dos casos de feminicídio em nosso país. Tal contexto da importância fundamental ao tema, requerendo que este seja analisado e posteriormente solucionado.


Em primeiro lugar, para um melhor entendimento da temática, é necessário verificar os principais motivos que possibilitam a existência desses relacionamentos. Sustentado por várias circunstâncias culturais, sociais e até mesmo estruturais do Estado, o tema abordado fixa se principalmente em uma educação deturpada que é ensinada tanto aos agressores quanto as vítimas, à qual se baseia ainda hoje em alicerces patriarcais e machistas que legitimam muitas vezes a submissão de um dos parceiros à vontade do outro, resultando na falta de apoio aos constrangidos no relacionamento, que acabam não denunciando o caso, ou quando o fazem, tende a se arrepender. Tal circunstância é exponencialmente agravada, quando observamos o pouco aparato estatal que garante a segurança das vítimas que denunciam os abusos sofridos, deixando elas expostas a ameaças, agressões e até mesmo assassinato.


Ademais, é válido ressaltar, como essas relações de abuso ocorrem na prática e quais suas consequências para os que sofrem com isso. Iniciados sempre de forma tímida, os abusos de um relacionamento tem início em pequenas restrições impostas, que logo tomam proporções insustentáveis, tais como ciúmes que podem evoluir sistematicamente do uso de determinada vestimenta, até o ciclo social da vítima, que não em poucos casos, se vê privada até mesmo dos familiares e tem seus limites de respeito totalmente invadidos. Isso por sua vez acarreta em um sofrimento intenso por parte da vítima que se vê privada da própria vida, tendo todas as suas ações monitoradas e impostas através de chantagens emocionais e agressões que a longo prazo podem deixar sequelas permanentes tanto no corpo quando na mente.


Fica claro, portanto, que o problema apresentado tem causas enraizadas em nosso país, e consequências insustentáveis devendo ser solucionado. Para isso, é essencial que o Governo invista tanto em leis mais rígidas como também em aparatos mais eficientes que protejam as vítimas de seus agressores, dando a segurança necessária para que a denuncia seja feita sem riscos. Junto a isso, é vital que a mídia, através de seus programas, e as escolas por meio de palestras, abordem o tema, de forma que a primeira auxilie os pais, na educação de seus filhos e na própria, para com o tema e a segunda atue diretamente com a formação das crianças, ressaltando como prioridade em um relacionamento o respeito. Gerando assim uma sociedade de pessoas que tanto não abusam de seus parceiros, como também saibam quando estão sendo abusadas. Pois como Paulo Freire dizia : ‘’Se a educação sozinha não transforma a sociedade, sem ela tampouco a sociedade muda’’.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!