ENTRAR NA PLATAFORMA
Os desafios da alimentação escolar no Brasil

Beatriz Ribeiro Domingues


Tema: os desafios da alimentação escolar no Brasil


Se alimentar de forma saudável é fundamental para o processo de aprendizagem de todos os indivíduos. Contudo, a má alimentação de crianças e adolescentes é um cenário recorrente na educação brasileira, além de ser tratada de maneira secundária, sobretudo pelos pais. Por outro lado, a escassez de alimentos nas escolas públicas também é uma realidade, que compromete o direito à alimentação escolar, principalmente de alunos que se encontram em vulnerabilidade social.
Segundo o PNAE, Programa Nacional de Alimentação Escolar, as refeições saudáveis ainda não atingiram seu público alvo, as crianças. Isso porque a falta de interesse dos pais e educadores em cultivar uma alimentação saudável e balanceada para essas crianças, fora e dentro das escolas, compromete a importância de certos alimentos, que ficam sempre em segundo plano. Nesse sentido, uma alimentação irregular pode trazer sérios problemas para a saúde dos alunos, como o baixo desenvolvimento integral e até doenças cardiometabólicas, obesidade e diabetes.
Sabe-se que o PNAE foi criado com o intuito de atender 100% dos alunos das escolas públicas no país. Entretanto, ainda que os cardápios nas escolas brasileiras sejam enormes, a verba não atende às exigências para a alimentação dos estudantes, havendo atraso na entrega dos alimentos e merenda escassa. Com isso, muitas das crianças e adolescentes que vivem em condições socioeconômicas fragilizadas são obrigadas a voltar para casa sem a tão esperada refeição.
Portanto, a fim de acabar com hábitos alimentares ruins que possam prejudicar a saúde e o bem estar da criança e do adolescente, é dever das escolas, inclusive dos pais, envolvê-los no preparo do lanche, conversando sobre a importância da escolha de determinado alimento. Além disso, cabe às prefeituras municipais apoiar e auxiliar na gestão e doação de novos alimentos para os alunos para que isso não comprometa a alimentação daqueles mais vulneráveis. Logo, se alimentar de forma saudável e com todos os ingredientes na mesa não será mais um desafio, nem no Brasil, nem no mundo.


Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!
Message comes here!
Aguarde