O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Obsolescência programada

Nas primeiras revoluções industriais os produtos eram feitos para durar, no entanto, com a crise de 29 as


industrias perceberam que com a alta durabilidade, as pessoas não voltavam para comprar mais, e assim começa


a corrida da obsolescência programada, o atual "compra, estraga, compra" gerando um completo domínio das


empresas sob o consumidor e produtos descartados com facilidade, resultando em mais lixo desnecessário sendo produzido.


Em primeiro lugar, conforme afirmou Karl Marx o alcance dos produtos se torna uma espécia de confabulação da


servidão de sofisticados apetites imaginários. Desse modo, é criado pelas empresas uma manipulação na compra de


produtos não necessários, apenas para satisfazer o ego ou para entrar em determinada moda, moda essa que é passageira,


porém proveitada de forma estratégica pelas empresas. O que é vendido com a aparência de alta durabilidade na realidade


é descartável e em meses estraga, fazendo com que a compra nunca fique estagnada.


Ademais, o grande impacto desse problema não é comercial e sim ambiental. Com a exagerada produção e compra de prdutos


o seu descarte também se tornou compulsório, principalmente entre os eletrônicos, que possuem em sua composição


compostos tóxicos, e que mal descartados acarretam em danos irreparáveis ao nosso paneta. E mais preocupante ainda,


a maior parte da população não reconhece esse problema.


Fica claro, portanto, que, medidas são necessárias para resolver o impasse. É necessário uma maior atuação estatal,


para regular e criar políticas públicas, com uma fiscalização mais rígida das empresas que praticam a obsolescência


programada e não dão informações claras aos consumidores para garantir a consciência do que compram, além de punições


mais severas as empresas. Outra ação é através de palestras, organizadas pelo governo, para disseminação de informações corretas


para descarte de lixo, e conscientização do consumismo exacerbado.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!