O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

O preconceito linguístico em questão no Brasil

"No meio do caminho tinha uma pedra, tinha uma pedra no meio do caminho". A partir deste trecho do poeta modernista Carlos Drummond de Andrade, percebe-se que o preconceito linguístico é um obstáculo para o desenvolvimento da sociedade. Por se tratar de um assunto bastante relevante, é indubitável que essa problemática precisa ser analisada de maneira mais séria nos dias atuais. Isso se evidencia não só pela construção da identidade brasileira, mas também a desvalorização linguística que ocorre no Brasil.
Primordialmente, vale destacar que o Brasil desde o tempo colonial esteve com diversas línguas em nosso território. É incoerente existir preconceito linguístico em um pais cujo a colonização foi hibrida, isto é, houve uma heterogeneidade cultural desde a ocupação nacional. Além disso, a Língua Portuguesa está em constante mudança, juntamente com a sociedade, na qual nos permite refletir sobre a variedade linguística existente no Brasil. Portanto, diante desta nação riquíssima nos aspectos linguísticos, o preconceito é praticado de maneira frequente.
Outro aspecto relevante, foi a padronização da língua nacional, que é a norma culta. No entanto, esse modelo fez com que houvesse o conflito sobre o que está certo e errado, em que, regiões que diferem da norma culta, são consideradas como uma linguagem incorreta, sendo assim, desvalorizada. Ademais, de acordo com o ator Paulo Autran, "Todo preconceito é fruto da burrice, da ignorância, e qualquer atividade cultural contra preconceitos é válida". Dessa maneira, a ignorância de determinadas regiões fez com que o preconceito se tornasse presente no cotidiano brasileiro.
Ao parafrasear Drummond, para que essas pedras sejam retiradas, desse modo, ações corretivas é fundamental. Portanto, urge que o Governo Federal em união com o Ministério da Educação façam palestras educacionais tanto em escolas públicas quanto em privadas, por meio de representações históricas sobre essas regiões, com o intuito de agregar valores a essas línguas nacionais. Somente assim, a diversidade cultural possa seguir sem discriminações.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!