O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

O legado da escravidão e o preconceito contra negros no Brasil

Desigualdade Racial
O racismo pode ser definido , como uma crença de superioridade entre uma raça sobre ou-
tra . Essa ideologia se faz presente desde a chegada dos negros , que foram trazidos pelos por-
tugueses para serem utilizados como mão de obra escrava nos engenhos de açúcar . De fato ,
pouca coisa mudou desde o período escravocrata , o afrodescendente ainda encontra certa difi-
culdade em diversos setores , principalmente no profissional . Além disso , a mídia insiste em co-
locar este indivíduo sem grande destaque nos meios de comunicação . Desse modo , é válido ana-
lisar como os negros são tratados perante a sociedade brasileira .
É preciso considerar , antes de tudo , que em pleno século xxi , a cor da pele ainda influência
ao tipo de trabalho em que a pessoa irá ocupar . Tal situação , se faz presente todos os dias , em
que uma pessoa branca , exerce um cargo de diretor em uma empresa , enquanto o que resta para os negro , são trabalhos menos remunerados como por exemplo , garis e pedreiros . Prova disso são os dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) ,em que mostra que 63,7% dos brasileiros reconhecem que a raça influência na vida do cidadão , tornando evidente a
preferência pelos brancos, desde os setores profisisionais , chegando até meios de comunicações.
É válido destacar ainda , a presença da mídia , que alimenta esse preconceito racial . Os meios
de comunicações alertam sobre a consientização de não existir a desigualdade entre raças . En-
tretanto , esse mesmo veículo de informação , contribui para que esta prática prevaleça . De fato ,
em novelas como malhação , que completou 20 anos de exibição em 2015, nunca houve um casal de protagonista negro , fortalecendo o conceito imposto por nossos colonizadores , ao esta-
belecer a inferioridade da raça negra perante a branca .
Portanto , o racismo ainda encontra obstáculos diante da sociedade brasileira . Logo para
mudar tal situação , o governo deve melhorar a qualidade do ensino nas escolas públicas do
país . Além disso , a mídia deve-se conscientizar da importância do afrodescendente nos meios
de comunicação , onde este possui as mesma qualidade e potencial de um branco . Vale ressaltar ainda , o papel da escola , que através da educação, deve-se promover a integração entre raças no ambiente escolar , consientizando o aluno sobre o malefício do preconceito racial . Nesta pers-
pectiva , se estará formando cidadãos , em que a cor da pele não será uma barreira imposta hoje
pela sociedade , evitando assim , casos racistas semelhantes ao da jornalista Maria Júlia Coutinho.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!