O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

O lado negativo do carnaval

            Consoante a Constituição Federal de 1988, compete ao Estado garantir a todos o pleno exercício dos direitos culturais. No entanto, quando se observam determinados aspectos inerentes ao Carnaval, no Brasil, atualmente, nota-se que, em razão do descarte inadequado de resíduos e do aumento da insegurança, parte significativa da sociedade sofre com as consequências provenientes dessa festa cultural, fato esse que, por sua vez, subverte certo direito previsto na Carta Magna brasileira e revela um lado negativo dessa relevante atração cultural.


            A princípio, cabe pontuar que, apesar de sua grande importância histórica e cultural, o Carnaval traz consigo problemas que suprimem o bem-estar coletivo, uma vez que o descarte inadequado do lixo pelos foliões é uma realidade comum nessa celebração. Nesse sentido, é seguro afirmar que a postura negligente da população em tal festividade é diretamente responsável à incidência de graves problemas que assolam as populações de determinadas localidades – tais como as enchentes em áreas urbanas, resultantes do acúmulo de resíduos em estruturas de escoamento fluvial. Uma prova da dimensão desse problema está em dados divulgados pela Autoridade Municipal de Limpeza Urbana (AMLURB), nos quais é possível observar que, no ano de 2018, foram recolhidas cerca de 960 toneladas de lixo na folia de rua na Anhembi, em São Paulo. Desse modo, depreende-se que as festividades carnavalescas apresentam um lado negativo que impacta profundamente a vida da sociedade.


            Além disso, convém frisar que a ausência de uma segurança efetiva está intrinsecamente ligada ao lado nocivo do Carnaval brasileiro, haja vista que há um aumento considerável de casos de violência pelo país no período determinado às festividades, entre as quais se destacam os crimes de roubo e furto. Nesse âmbito, é conveniente mencionar que, além de externar acerca das garantias culturais, a Carta Maior nacional estabelece que é competência governamental promover a segurança pública mediante ações das forças policiais. Dessa forma, infere-se que há uma necessidade do Estado, por meio de políticas públicas, atenuar esse impasse.


            Logo, a partir dos argumentos mencionados, é imprescindível que o governo federal, recorrendo aos ministérios competentes, crie projetos que visem mitigar essa problemática. Com base nessa premissa, além de promover um aumento do efetivo policial a fim de aumentar a segurança no período de Carnaval, é primordial que ocorra, por intermédio de propagandas midiáticas, a divulgação de campanhas de esclarecimento social, nas quais autoridades no assunto exteriorizem sobre as consequências oriundas do descarte de lixo em locais inapropriados e, também, incentivem ao uso de materiais reutilizáveis, com o objetivo de abrandar o lado negativo dessa importante festa cultural. Tudo isso com o propósito de que o tecido social, enfim, possa se beneficiar da garantia constitucional de exercer seus direitos culturais, porém sem colocar em risco o bem-estar coletivo.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!