ENTRAR NA PLATAFORMA
O lado negativo do carnaval

   "Se a única certeza do homem é a morte; a única certeza do brasileiro é o carnaval no próximo ano". É simples relacionar a frase do Graciliano Ramos com o cotidiano do Brasil. Várias partes do mundo conhecem o carnaval, como um marco no calendário brasileiro e não é diferente para o povo brasileiro. Conhecido como uma festa para soltar a criatividade, é o momento em que cada um pode ser o que quiser, sem quaisquer julgamentos. Contudo, vale lembrar que, assim como outras festividades, essa, também, possui o seu lado negativo. Com isso, surge a problemática do alto índice das DST's (Doenças Sexualmente Transmissíveis) e o acumulo de lixo, nesse período.

   Em primeiro lugar, é indubitável que a utilização de contraceptivos, durante o carnaval, ainda seja uma questão aberta para o Ministério da Saúde. Segundo o Órgão Público Federal, este hábito de não utilizar a camisinha tem impacto direto no aumento de casos de aids e de outras doenças sexuais entre os jovens. Ademais, de maneira semelhante, é possível perceber que, nessa mesma época do ano, é que se encontra o maior número de abortos, se comparado ao restante do ano. Desse modo, é evidente a importância do reforço das propagandas televisivas sobre o assunto em questão, como forma de combate ao problema.

   Em segundo lugar, destaca-se o acumulo de lixo gerado nas ruas durante o carnaval. Segundo os dados da AMLURB (Autoridade Municipal de Limpeza Urbana), mais de novecentas toneladas de lixo foram produzidas no carnaval de São Paulo. Vale ressaltar, nesse momento, o parâmetro com o pensamento de Durkheim, em que diz que, o fato social é uma maneira coletiva de agir e de pensar, dotada da generalidade. Seguindo essa linha de pensamento, observa-se que a cultura do jogar o lixo no chão pode ser encaixada na teoria do sociólogo, uma vez que, vive em uma família com esse comportamento, tende a adotá-lo por conta da convivência. Assim, desenvolve uma cadeia produtora de lixo nas ruas, agravando o problema no Brasil.

   Diante disso, é imprescindível total atenção e amparo financeiro do Ministério da Saúde, para que, promova propagandas a nível nacional sobre a necessidade do uso de métodos contraceptivos, para evitar as DST's, bem como, a gravidez indesejada, conferindo, desse modo, a devida seriedade que o assunto exige. Além disso, o financiamento do governo, para que, o lixo recolhido, durante o carnaval, como plástico, alumínio e vidro, seja reciclado e transformado em novas lixeiras, possibilitando a implantação de um maior número de depósitos de lixo nas cidades, assim como, a conscientização da população, por meio de panfletos pregados nesses depósitos.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!
Message comes here!
Aguarde