O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

O histórico desafio de valorizar o professor


O processo que levou à escolarização no Brasil, efetivamente, para as classes
minoritárias reflete-se ainda hoje nos desafios enfrentados pelos profissionais
da área, mesmo estando o país em um contexto geral muito distinto do inicial.
O prestígio da função do educador é barrado pela ausência de investimento pú-
blico na área que atuam e pela terceirização do dever familiar que recai sobre si.
É de conhecimento geral, no Brasil, a baixa qualidade do sistema educacional
oferecido à maior parte dos cidadãos. A aplicação de investimentos satisfató-
rios, responsabilidade do Ministério da Educação, não é observada, o que se
reflete na carência de ferramentas fundamentais aos professores para o exer-
cício de sua função. Não obstante, a remuneração direcionada a essa classe
é notadamente desproporcional à responsabilidade que assumem, intensifi-
cando sua desvalorização..
Aliada a esse problema está a cultura de terceirização à escola da educação
básica, que deveria ser realizada pela família do aluno logo na primeira infân-
cia. Por consequência, os professores recebem indivíduos desregrados em
sala de aula, que não puderam entender a importância da escolarização, so-
brecarregando-os, o que tende a se repetir no ensino superior. Transferir a
esses profissionais, cuja função não se relaciona com a responsabilidade
familiar, muitas vezes, os torna alvo de desrespeito e caracteriza um qua-
dro de sistema de ensino desmotivado, correspondente ao cenário brasileiro
atual.
A profissão de educando, portanto, apesar de constituir um dos pilares de
todo o país, no Brasil, está longe de receber a devida valorização. O profes-
sor não tem retorno proporcional ao seu esforço, social e financeiramente.
Para que a situação seja revertida, o Ministério da Educação deve reorga-
nizar a distribuição monetária ao seu setor, empregando maiores investi-
mentos à infraestrutura escolar e aumentando o piso salarial dos educado-
res. Paralelamente, a família deve assumir a responsabilidade inicial da edu-
cação, de modo a dirigir um processo mais rápido de reconhecimento aos
formadores, lembrando que graças a eles se constrói o futuro desejado.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!