ENTRAR NA PLATAFORMA
O discurso do índio pataxó

  O livro ''Iracema'' de José de Alencar, narra a história do encontro conflituoso entre indígenas e europeus "brancos" no território récem descoberto, futuramente chamado de Brasil. Adiante, assim como no livro, a guerra deu lugar á um clima pácifico entre índios e sociedade, alterando economicamente e culturalmente ambos.Todavia, na atualidade, essa relação está longe do ideal, esbarrando na falta de respeito a cultura nativa e na falta de legislação que assegure direitos índigenas.


 Em primerio plano, o livro ''Iracema'' foi um marco na valorização aos heróis nacionais.No entanto, devido à falta de fiscalização e legislação vigente que assegure integralmente o direito a posse por direito histórico aos indíos, cria o cenário perfeito para grilagem de terras, como acontece na aldeia pataxó.Segundo o Greenpeace, 94% da área declarada por grileiros pertencem à nativos, ratificando a importância do discurso pataxó.


  Ademais, a relação entre ìndio e sociedade trás vantagens ecônomicas para ambos.Não obstante, assim como o acordo feito Teofilo Otoni com indíos para a construção de uma nova cidade, grandes fazendeiros se aproveitam da vulnerabilidade histórica do índio, para elaboração de acordos que claramente desrespeitam a cultura e a terra nativa, abrindo margem para esteriótipos de nativos como pessoas ''burras" e preguiçosas.Portanto, cabe ao governo elaborar formas de atenuar essa narrativa preconceituosa.


Em suma, desde o período retratado no livro "Iarcema" à  relação entre índios e sociedade é âmbigua.Por trás dessas lógicas, torna-se fulcral que o Governo Federal por meio de Ong´s e escolas, invistam em palestras com nativos para desconstrução de esteriótipos vinculados aos indíos, atrelado ao enrigecimento de leis contra a grilagem de terra.Tudo isso para valorizar o discurso pataxó.Visto que ONG´s e escolas desempenham papel crucial na formação do indíviduo frente a sociedade.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!
Message comes here!
Aguarde