O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

O consumismo e seus impactos ambientais

O “estilo de vida americano” adotado durante o período da Primeira e Segunda Guerra Mundial, foi um modelo de vida seguido pelos cidadãos americanos como forma de esquecer as tragédias proporcionadas pelas guerras. O conceito de felicidade através do consumo foi vendido pelos fabricantes por meio de propagandas que simulavam a satisfação e bem-estar os quais os produtos proporcionariam, além do pertencimento a determinada classe social. Todavia, os malefícios angariados do consumo exacerbado acarreta ao meio ambiente danos irreversíveis mediante a extração e desmatamento, bem como o descarte irregular do lixo.



Em primeira análise, é importante ressaltar que o consumismo é um comportamento motivado principalmente pelas propagandas e mídias para atrair o consumidor a obter produtos sem a necessidade do uso. O filme “Delírios de Consumo de Becky Bloom", aborda o relacionamento entre a necessidade da satisfação ao adquirir determinado produto sem acrescentar utilidade na vida do consumidor. Conforme a análise da Escola de Frankfurt, a Indústria Cultural trabalha a questão dos interesses dos consumidores com a finalidade da obtenção do lucro. Diante desse quadro, um modelo é implantado para atender as perspectivas de vendas das empresas por intermédio de anúncios publicitários constantes.



Somado a isso, as consequências ambientais são diversas devido a procura de recursos naturais para criação dos produtos. Nesse cenário, os impactos crescem em decorrência da produção dos bens e serviços ocasionando a emissão de gases poluentes e a contaminação da água e do solo. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), 92% da população mundial habita lugares o qual o ar não se encontra no padrão para a saúde. Além disso, pesquisas da World Wide Fund for Nature (WWF) apontam que são explorados cerca de 50% de recursos a mais do que o planeta pode repor. Diante destas questões, averigua-se a omissão e descuido por parte de grandes empresas responsáveis pela alta porcentagem de poluentes no meio ambiente unicamente com a finalidade da obtenção do lucro.



Em suma, cabe ao Governo a providência da conscientização e fiscalização a respeito do cenário atual para o desaceleramento do consumo desnecessário. Para informar a população brasileira desta questão, a participação do Ministério da Educação e do Meio Ambiente tornam-se necessárias por meio de campanhas publicitárias como forma de inteirar os indivíduos a situação agravante do meio ambiente e alertá-los do consumo consciente, bem como o descarte do lixo. Dessa maneira, a produção de indivíduos semelhantes a “Becky Bloom" tornam-se antenados e envolvidos enfraquecendo a produção de problemas ambientais e o crescimento descontrolado de mercadorias sem benefícios.


 


 


 


 

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!