O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

O consumismo e seus impactos ambientais

  A Revolução Técnico-Científico-Informacional,ocorrida na segunda metade do século XX,possibilitou o avanço tecnológico de maneira a proporcionar o aperfeiçoamento das grandes inovações.Contudo,esse fato histórico contribuiu para a instalação de um quadro,marcado pela utilização de programas que diminuam a vida útil dos veículos de comunicações estimulando a aquisição demasiada de bens de consumo não duráveis.Sob esse viés,é válido salientar que para a reversão desse cenário adverso,é indispensável averiguar suas principais causas:a dinamicidade do mundo econômico e o descaso do poder público.


  Em primeira instância,é importante ressaltar que o filósofo Thomas Hobbes defende uma tese,segunda a qual,o homem é capaz de provocar perversidades perante o próximo em prol do favorecimento de seus interesses individualistas de modo a relegar o impacto de suas ações.Concomitantemente a isso,a hipótese adotada pelo intelectual configura-se concretizada na realidade hodierna,haja a vista o desempenho de condutas pelas cooperativas de negócios que utilizam programas,como a obsolescência programada,visando diminuir a durabilidade dos aparatos tecnológicos,de forma a coagir os indivíduos a comprarem e descartarem,cada vez mais,bens materiais.Sendo assim,torna-se comum a divulgação de notícias em diversas redes sociais que relatam a cerca do aumento do consumismo na contemporaneidade.


   Outroassim,a compra demasiada de supérfluos colabora no surgimento de desequilíbrios ambientais que se agravam,devido a má administração do lixo urbano.Paralelo a isso,o sociólogo Émille Durkheim afirma,em seus inúmeros estudos,a responsabilidade do poder público no que tange ao gerecimento das questões que envolvam a coletividade promovendo,consequentemente,seu bem-estar.Entretanto,tal linha de raciocínio manteve-se no plano teórico,em virtude da negligência governamental em viabilizar investimentos,aptos a promoverem construções de aterros sanitários,visto que são locais adequados para o descarte dos rejeitos sólidos.Diante disso,é inevitável a ocorrência de catástrofes socioambientais,como o rompimento de barragens,a exemplo do caso de Mariana,afetando tanto o ecossistema quanto a população local.


  Portanto,é mister a adoção de medidas que combatam a problemática,como a atuação do Ministério da Educação,por intermédito das verbas governamentais,organizar palestras em espaços públicos,totalmente gratuitas,para que todos usufruam do livre acesso,ministradas por professores de biologia,reponsáveis por debater a respeito  das consequências maléficas que o consumismo exarcerbado ocasiona,com o propósito de formar cidadãos capazes de refletir em relação às suas condutas éticas e morais relacionadas às suas compras indevidas de supérfluos que afetam a estabilidade ambiental,com o intuito de reduzir os índices de consumo na esfera social a fim de colocar em prática o pensamento de Durkheim.


  

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!