O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

O aumento do trabalho informal no Brasil

     No período da Era Vargas, no Brasil, a população experimentou um aumento nos direitos trabalhistas, como 13° salário e jornada máxima de trabalho de 40 horas semanais. Nos dias atuais, entretanto, com o aumento do desemprego, há também um aumento na informalidade, que é o trabalho sem carteira assinada e, logo, sem direitos. Esses fatos mostram um regresso da sociedade que, por conta da informalidade, volta para um contexto de instabilidade financeira e condições de trabalho precárias.


     À vista disso, é válido mencionar que segundo o Institudo Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o número de trabalhadores informais chegou em 38,4 milhões em 2019. Além disso, o Artigo 6.° da Constituição Federal prevê acesso à segurança a toda população, porém, com esse alto nível de informalidade, fica claro que esses direitos não são distribuidos de forma igual, já que as condições de trabalho dos empregados são completamente precárias.


    Sob esse viés, também é importante destacar uma pesquisa realizada pelo economista Clóvis Scheres. Nela, foi divulgado que pessoas na condição de trabalho informal tendem a viver maiores restrições sociais relacionadas à pobreza, por conta da falta de vínculo empregatício. Consequentemente, há uma tendência da população a ter problemas financeiros futuros, como por exemplo: a ausência da aposentadoria.


     Portanto, medidas são necessárias para amenizar o quadro atual. Para alcançar diminuição nas taxas de trabalho informal, urge que o Governo Federal organize feirões de empregos com carteira assinada. Para tanto, essas feiras devem ser divulgados pela mídia, como Globo e SBT, a fim de um alcance maior de pessoas.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!