ENTRAR NA PLATAFORMA
O aumento da expectativa de vida como desafio no Brasil

Após o período de guerras no século XX, a Europa vivenciou o fenômeno de Transição Demográfica, tornando, assim, a população do continente composta majoritariamente por idosos. Nesse contexto, é necessário analisar como a garantia de uma maior qualidade de vida no Brasil deu início a tal processo de transição, aumentando a expectativa de vida no país e, consequentemente, causando crises no setor da previdência.


Em primeiro lugar, é válido ressaltar que a qualidade e a expectativa de vida estão diretamente ligadas. Sobre essa premissa, o geógrafo Warren Thompson afirma que isso decorre da diminuição da taxa de mortalidade, uma vez que o acesso a medicamentos e saneamento básico já são realidade em países emergentes. Não é à toa que, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, entre os anos de 2000 e 2016, a expectativa de vida da população brasileira cresceu em 5%.


Ademais, devido ao aumento mencionado, há um crescente deficit no setor da previdência. O escritor José Saramago, no livro "Ensaio sobre a Cegueira", afirma que a cegueira social é o estado no qual o indivíduo não consegue enxergar de forma crítica a realidade do outro. De maneira análoga, o Estado brasileiro encontra-se cego em relação às condições da população mais velha, tendo em vista que estes encontram-se em ambientes de trabalho desgastantes física e mentalmente. Desse modo, a idealização da aposentadoria é comum na sociedade atual.


Torna-se evidente, portanto, que medidas devem ser tomadas para contornar esse problema. O Governo Federal, na forma do Ministério do Trabalho, deve implantar nas empresas estatais vagas para a população mais velha, através de cotas de idade. Essas vagas devem ser remuneradas de acordo com cada função e condizentes com a realidade das pessoas de terceira idade, a fim de reinserí-las no mercado de trabalho. Dessa forma, o fenômeno de Transição Demográfica afetará cada vez menos a economia nacional.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!
Message comes here!
Aguarde