O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

O aumento da expectativa de vida como desafio no Brasil

  É possível afirmar que, aproximadamente 65% da população brasileira são trabalhadores e contribuintes do INSS. Com isso, em tese deveriamos estar presenciando a melhor fase do seguro social, entretanto, não é bem assim que vem acontecendo. 
  Segundo estimativas feitas pelo IBGE, existe quase 210 milhões de habitantes em território nacional no ano de 2018, sendo em média 135 milhões de adultos. Porém, ao que parece, para conseguir arcar com as contas, torna-se necessário o uso de empréstimos.
  Com um orçamento de 700 bilhões de reais ao ano destinados para aposentadoria, são gastos 200 bilhões apenas com a "elite" dos servidores públicos, que somados dão 1% da população aposentada no país. Além disso, os cofres governamentais são afetados com os 250 bilhões em média de sonegação das grandes empresas privadas, tendo que arcar com um terço à mais do que o esperado.
  Dessa forma, torna-se claro as necessidades de mudanças no sistema. Mas, as principais atualizações devem ter início com, melhores distribuições de renda, acabando com os salários exorbitantes pagos aos prestadores de serviços do alto escalão do governo, diminuindo consideravelmente as despesas aos cofres públicos. Negociar as dívidas das empresas privadas devedores, além de fiscalizar e criar multas naquelas que não cumprem com suas responsabilidades mediantes a isso. Essas, e outras alterações conseguirá trazer equilíbrio entre os cidadãos, as empresas privadas, e o governo federal, podendo ser possível salvar o INSS ou Instituto Nacional de Seguro Social.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!