O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

O aumento da expectativa de vida como desafio no Brasil

A medicina tem evoluído cada dia mais, e como uma clara consequência disso, temos o aumento da expectativa de vida. Atualmente, de acordo com o IBGE, a expectativa de vida do brasileiro está na média dos 75,8 anos, quase cinco anos maior que a expectativa mundial, que de acordo com a Organização Mundial da Saúde, atinge os 71 anos. Isso tudo é uma boa notícia para nós, porém existem consequências desse aumento. Quais seriam algumas dessas consequências?
Em primeiro lugar, precisa-se destacar a iminente crise previdenciária. Essa crise consiste na falta de fundos para pagar os aposentados, já que em um determinado momento o número de beneficiários do INSS, que é a previdência brasileira, será maior que o número de contribuintes. Enfim, esse desequilíbrio irá gerar problemas gravíssimos e prejuízos imensuráveis aos cofres públicos.
A população mundial hoje já ultrapassou os 7 bilhões de habitantes, e a tendência é só aumentar. A principal causa desse aumento constante, não é o aumento da taxa de natalidade, mas sim o aumento da expectativa de vida. De acordo com as Nações Unidas, a população mundial já estará além dos 9 bilhões de habitantes em 2050. Essa superpopulação pode causar escassez em vários setores, principalmente o alimentar, que é um dos principais pontos que os futuristas destacam.
De modo geral, deve-se visar métodos para conciliar esses fatores. As Nações Unidas dizem que as maiores taxas de natalidade atingem os países em desenvolvimento, portanto nota-se que há necessidade de investir fortemente na educação. Além disso, a revisão de políticas previdenciárias é fundamental. Por fim, fica evidente que a educação é o combustível para resolver esse problema, como Pitágoras dizia: "Educai vossas crianças, para que os adultos não sofram".
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!