O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

O aumento da expectativa de vida como desafio no Brasil

No período nazista, os campos de concentração eram utilizados para experimentos medicinais em busca de novas técnicas cirúrgicas e novos medicamentos. Nesse viés, ao longo do século XX, com os avanços científicos foi possível o desenvolvimento da medicina proporcionando o aumento na expectativa de vida. Esse cenário delimita ao Brasil a formação de um pirâmide etária de base extensa e topo estreito, evidenciando também a redução na taxa de natalidade em decorrência da atual crise econômica. Além disso, apesar das novas possibilidades na saúde que permitiram a longevidade, o Brasil ainda é detentor do sistema capitalista que condena os idosos como improdutivos , ocasionando a problemática da previdência social que necessita de mais indivíduos economicamente ativos. Desse modo, é necessário uma maior verba pública.
Mormente, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística a expectativa de vida dos brasileiros até 2020 deverá ser de 76 anos. Nesse âmbito, ocorre uma transição demográfica que é afetada hodiernamente pelos descasos sociais e estruturais aos idosos através da desvalorização moderna e políticas públicas ineficientes. Em contrapartida, o preconceito diante à improdutividade do envelhecimento é corrompido pelo Estatuto do Idoso- instituído em 2003 pela Lei 10.741- ao tornar efetivo o poder público como titular da garantia dos direitos à saúde, cidadania e dignidade aos idosos.
Outrossim, as turbulências no sistema previdenciário tornam-se imbróglios preocupantes na esfera política e social. Dessa forma, é preciso o aumento da natalidade para que uma maior camada da sociedade sustente os cidadãos inativos , e consequentemente irá ascender o reconhecimento da figura idosa que também já gerou verba para o país. Assim, vale ressaltar a tese do filósofo Confúcio, o qual afirmava ser necessário respeitar os idosos a fim de gerar uma sociedade harmonizada.
Diante tais fatos elencados, é notório o desafio a ser retrocedido através de possíveis mudanças. Convém à Receita Federal investir parte dos impostos arrecadados em campanhas a fim de disseminar a importância do respeito perante aos idosos. Essas campanhas podem ser feitas em escolas, hospitais e espaços públicos, e então melhorar a harmonia social. Além disso, cabe ao Governo Federal disponibilizar mais verbas para a saúde e lazer dos idosos, garantindo uma progressão vital. Essas verbas podem ser oriundas de membros economicamente ativos que serão estimulados através de propagandas midiáticas a procriar. Assim, o Brasil irá reafirmar ordem e progresso.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!