O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

O agronegócio como ameaça ao meio ambiente

  A frase reconhecida formulada pela emissora rede Globo ,"Agro é tech, agro é pop, agro é tudo" ,é usada como marketing e tem por objetivo conectar consumidor e produtor. Dessa forma, cria-se uma imagem positiva do agronegócio, mascarando a real situação do campo e fazendo apologias à semifeudalidade. Isso posto, com o avanço da biotecnologia há a inserção dos organismos geneticamente modificados (OGM) no solo, e com isso a sua assolação por perda de nutrientes essenciais, além do mais há a exigência por extração da flora, muitas vezes habitat de animais, em razão da demanda comercial por produtos que acarreta na extinção das espécies nativas. Logo, ambos destacam-se na perpetuação do problema acima.  


  Em primeira análise, é importante destacar que, em função do progresso através da modificação de sementes - a fim de suprir a demanda do comércio de produção em massa - o solo é diretamente afetado, uma vez que os OGM exigem determinada quantia de nutrientes que é dificilmente recuperada. Por isso, a partir da Revolução Verde a busca por capital vitimiza não só as áreas brasileiras, mas também a população local que depende da terra para cultivo de subsistência. Por lógica, biomas como o Cerrado servem de exemplo ,pois, apesar do lucro efetivo para o país a devastação por conseguinte não vale o preço.
  Ademais, presencia-se que após a evolução da indústria no campo o desmatamento é constante e esse desequilibra a fauna, em razão da destruição do seu habitat e fonte de alimento. Sob essa ótica, o filme "Tainá" exemplifica ,através de uma criança, o descontentamento das populações locais sobre a ameaça que o agrobusiness é para as espécies de animais nativas de cada região. Com isso, a obra cinematográfica revela que se não houver políticas públicas para amenizar a situação não só a natureza será negligenciada, mas toda a fauna do país estará comprometida. 
  Depreende-se, portanto, que o agronegócio é prejudicial ao meio ambiente e precisa ser minimizado. Pra que isso ocorra, urge que o Ministério do Meio Ambiente em junção ao Ministério da Educação introduzam nas escolas desde o ensino fundamental - quanto mais cedo, maior a probabilidade de aprender - a produção de hortas orgânicas (já que a busca por alimentos industriais é alta), por meio de oficinas extracurriculares sobre como efetuar esse método em casa. Consoante, a demanda irá ser reduzida, consequentemente, a devastação do solo e dos habitats dos animais. Assim, a propaganda televisiva não irá mais mascarar a realidade do campo pela agroindústria. 

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!