O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

O agronegócio como ameaça ao meio ambiente

O reflexo da insustentabilidade
Na música 'índios", da banda Legião Urbana, há um trecho que afirma: "Nos deram espelhos, vimos um mundo doente". Destarte, como na letra dessa canção, o reflexo das ações antrópicas sobre o meio ambiente brasileiro não são agradáveis. Indubitavelmente, há, nos dias vigentes, um grande desequilíbrio entre a conservação da natureza e o desenvolvimento econômico. Tal problema necessita ser discutido em busca de soluções.
Primeiramente, desde a colonização, os recursos naturais do Brasil vêm sendo degradados para oferecer benefícios financeiros. Por conseguinte, no Sistema Plantation, o bioma Mata Atlântica foi devastado e hoje possui menos da metade de sua área original. Além disso, com a expansão da fronteira agrícola, o Cerrado passou a fazer parte da produção econômica e, atualmente, juntamente com a Mata Atlântica, está entre os hotspots mundiais. Nesse cenário, percebemos como as leis acerca do meio ambiente brasileiro, são fracas e pouco eficientes.
Ademais, o ser humano tem a intríseca ideia de que os recursos naturais são infinitos. Visto isso, a preservação da natureza fica, muitas vezes, em último plano. Nesse viés, parafraseando a proposição do contratualista social Thomas Hobbes, o homem torna-se o lobo de si mesmo, toda vez que destrói a natureza. Em suma, corroborando com essa ideia, há um trecho da poesia de Gonçalves Dias, que disserta: "Na minha terra tem palmeiras onde canta o sabiá". Mas, se continuarmos explorando o meio ambiente sem sustentabilidade, não haverá mais palmeiras ou sabiá para inspirar poesias.
Diante dos expostos, concluímos que a vida na terra torna-se-á impossível sem os recursos naturais.Portanto, é imperativo que saibamos usufruir da natureza de uma forma sustentável. Com essa finalidade, o poder legislativo deve desenvolver leis ambientais mais rígidas. Por exemplo, 10% do lucro de produção, em empresas de agronegócios de grande porte, devem ser enviados para Organizações não Governamentais de reflorestamento e proteção animal. Outrossim, com o objetivo de alerta as crianças a respeito do caráter finito do meio ambiente, o Ministério de Educação e Cultura poderá adicionar ao currículo acadêmico um horário específico para os estudantes entrarem em contato com a natureza. Tal medida irá ser praticada através de trabalhos em campo, nos quais os dicentes plantarão e cuidarão da flora brasileira. Desta forma, quando nos derem um espelho, não mais veremos um mundo doente.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!