O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

O abuso de poder e de autoridade no Brasil

   De acordo com René Descartes, filósofo racionalista, o mundo dos seres humanos é um imenso espetáculo que proporciona pessoas que tentam se impor através da intolerância, causando, assim, caos em seus meios. Semelhantemente, tal teoria filosófica se faz bastante presente no corpo social hodiernal brasileiro, uma vez que o abuso de poder e de autoridade ainda de se desenvolve dentre a sociedade. Mormente, isso se deve ao sentimento de superioridade que um indivíduo sente que obtem com relação ao outro, o que traz, como consequência, a flexibilização de determinadas leis. Assim, hão de ser analisados tais panoramas. 


   A princípio, é imperativo destacar que a ''hierarquia'' formulada pelos praticantes de tal óbice debatido contribui com o desenvolvido dos abusos. Por analogia, tal problemática se assemelha com o sistema feudal exercido durante a Idade Média, uma vez que há, nesse fato histórico, a formulação de uma pirâmide hierárquica para destacar o poder dos cleros, por exemplificação, sobre os camponeses e escravos. Paralelamente, é perceptível que os abusos em destaque se pautam em uma possível pirâmide semelhante, visto que os infratores que praticam tais empecilhos sabotam seus considerados ''inferiores'', por pressuporem que são superiores, ora por serem mais famosos, ora por ocuparem cargos valorizados socialmente, por exemplo. Desse modo, é notório que tal comportamento é um quadro que precisa ser invertido. 


   Ademais, é válido ressaltar que o impasse supracitado pode ocasionar, como consequência, a flexibilização de variadas leis. Analogamente, a Terceira Geração Modernista Brasileira, importante fragmento do Modernismo - escola literária popularizada no Brasil no início do século XX -, apresenta artistas que retratam, em suas obras, problemas sociais que se perpetuam dentre o corpo social. Alegoricamente, tais artistas, se fossem trazidos para a atualidade, poderiam facilmente retratar, em suas artes, a injustiça que as pessoas consideradas ''comuns'' sofrem, com relação à determinadas leis, em prol de outros, considerados superiores, uma vez que estes últimos conseguem burlar algumas leis por serem vistos como importantes na pirâmide hierárquica vista anteriormente. Dessa maneira, faz-se mister uma intervenção a longo prazo. 


   Percebe-se, portanto, que os abusos destacados contribuem com a involução moral e jurídica do país. Dessarte, visando mitigar os imbróglios supracitados, urge que a sociedade civil organizada crie um projeto de lei, através da colaboração de advogados, para se obter um embasamento mais sólido, que exija punições mais rígidas - se pautando no fato de tais abusos serem crimes, consoante o Código Penal - para os infringentes abusivos, como multas mais altas. Outrossim, o projeto mencionado deve ser apresentado e aprovado pelo Poder Judiciário, objetivando fazer com que a hierarquia vista anteriormente no sistema feudal seja mais frequente nos registros históricos do passado do que no corpo social hodiernal. 

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!