O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

O abandono de idosos no Brasil

  Segundo o filósofo alemão Max Weber, a família é uma das instituições de maior relevância, pois é nela que o indivíduo inicia sua socialização. Relacionando a essa máxima, os casos retratados na reportagem do jornal Em Tempo, em que pessoas adultas sentem os efeitos do abandono paterno até hoje, é possível perceber a importância do debate acerca do abandono e suas consequências.


Em primeiro lugar, segundo o promotor de justiça Maximiliano Roberto Fahrer, vivemos uma epidemia social de abandono paterno, tal fala comprova-se na estatística do instituto brasileiro de geografia e estatísticas em que 17,4% das famílias brasileiras são de mães solo, com índices crescentes. É perceptível portanto que mais crianças estão tendo sua vida em sociedade prejudicada e que esta pandemia tem se alastrado. Dessa forma é imperativo que o Governo tome medidas para mitigar tal conjuntura.


Ademais, é relevante citar o sociólogo Zygmunt Bauman que fala que a maneira como as pessoas se relacionam atualmente contribui para que imbróglio em questão seja recorrente, associando às relações entre os jovens hodiernamente, que por vezes resultam em gravidez inesperada, essas relações casuais alimenta esse ciclo de abandono paterno, considerando que muitas vezes esse pai não permanecerá com as mães.


Assim, com o intuito de diminuir o índice de abandono, o Governo tome medidas legislativas mais rígidas, como o aumento de pena, a obrigatoriedade de presença e participação do pai na vida da criança, por meio de projetos da Câmara e Senado, para responsabilizar o progenitor legalmente. Além disso, com a finalidade de diminuir a gravidez, as escolas promovam, por meio de eventos sociais,  rodas de conversa com psicólogos e os jovens, conscientizando-os das responsabilidades de um pai e uma mãe na vida dos seus filhos. Mitigando, desse modo, o índice de abandono paterno e suas consequências

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!