ENTRAR NA PLATAFORMA
O abandono de idosos no Brasil

Na Constituição Federal de 1988 - norma de maior hierarquia do sistema jurídico brasileiro - consta que anparar os idosos é um dever da família e do Estado. No entanto, embora institucionalizado, esse encargo não é assegurado devidamente, visto que o abandono de idosos no Brasil é uma realidade hodierna preocupante. Logo, faz-se  necessária uma análise dessa conjuntura sob a perspectiva da ineficácia Estatal na resolução do problema e da falta de engajamento da população.


A princípio, a ineficácia do Estado atua como instrumento de manutenção dessa problemática. Sob esse prisma, segundo o filósofo Jean-Jacques Rousseau, quando as autoridades políticas se isentam dos direitos dos cidadãos, há um descumprimento do contrato social. A quebra desse acordo ocorre porque, embora existam instituições governamentais que visam combater a violência e a falta de respeito com pessoas dessa faixa etária, como o Estatuto do Idoso, elas dependem, em grande parte, de denúncias feitas pela população e, consequentemente, ficam em inércia enquanto diversos casos de abandono ocorrem e não são denunciados. Diante disso, é inegável que medidas são necessárias para resolver esse entrave.


Além disso, o não engajamento populacional fomenta o panorama supracitado. Tendo isso em vista, o Realismo, como escola literária, é marcado por diversas críticas às condutas negativas da sociedade, como o egoísmo e a falta de humanidade. De maneira semelhante à literatura, na atualidade, o individualismo sobrepõe-se à preocupação com o próximo. Isso acontece quando as pessoas presenciam o abandono de indivíduos da terceira idade e permanecem, de maneira errônea, imóveis diante dessas atrocidades. Nesse contexto, torna-se evidente a importância da ação social para reverter essa situação.


Depreende-se, portanto, a necessidade de combate ao abandono de idosos no Brasil. Para tanto, compete ao Estatuto do Idoso promover, periodicamente, uma campanha de respeito à cidadania das pessoas do grupo etário em questão, por intermédio da mídia - que atuará como veículo de difusão das informações -, a fim de garantir que mais pessoas denunciem casos de desrespeito à integridade física e psicológica das vítimas. Dessa forma, os brasileiros verão os direitos e os deveres garantidos pela Constituição como uma realidade próxima.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!
Message comes here!
Aguarde