ENTRAR NA PLATAFORMA
O abandono de idosos no Brasil

      Na obra de Star Wars é notado o valor dado ao personagem mestre Yoda, devido ao seu conhecimento e experiência, sendo garantido o respeito e o cuidado daqueles à sua volta. Antagonicamente ao filme, é observado que, na sociedade brasileira contemporânea, o idoso é desvalorizado, fato que se materializa em abandonos e outras violações de direitos. Nesse sentido, entender como esse processo relaciona-se com a logística capitalista, bem como analisar a necessidade estatal como interventora, torna-se imprescindível para a mudança dessa conjuntura. 


        Primeiramente, urge compreender que o abandono de idosos alude a estrutura mercantilista. A obsolescência programada, processo usado por empresas de eletrônicos, promove uma data de validade aos produtos, de modo que esse deve ser trocado por um mais novo em um determinado período de tempo. Analogamente, o ideal proposto também se adere ao contexto social contemporâneo, uma vez que os idosos são vistos como obsoletos na sociedade capitalista por não conseguirem produzir como os mais novos. Com efeito, essa ideologia se aglutina ao contexto doméstico, fazendo com que filhos e netos acabem por abandonar seus familiares de maior idade, devido ao caráter pragmático desse viés excludente.


       À vista disso, o Estado deve deixar a inércia e garantir direitos perante essa condição anômica. De acordo com o Contratualismo, sob o ponto de vista rousseauniano, é dever do Governo priorizar o bem-estar social de seu povo. Concomitantemente, além de punir indivíduos que abandonam incapazes, o poder público precisa estimular a integração dessas minorias com a comunidade, por meio de educação tecnológica e esportiva, por exemplo. Com isso, a luta contra a visão simplista do mercado de trabalho promoverá o empoderamento dos mais velhos, diminuindo, assim, a desvalorização e consequente abandono desses. 


        Portanto, medidas são fulcrais para alterar essa mazela e minimizar a deserção de idosos no Brasil. O Ministério da Saúde, juntamente com o Ministério da Educação, deve desenvolver um programa de apoio a terceira idade, principalmente de baixa renda. Isso deve ser feito mediante uma melhor distribuição orçamentária entre a união de modo que essas verbas sejam direcionadas para a contratação de profissionais de educação física, informática e pedagogia. Esse novo sistema poderá oferecer entretenimento e o desenvolvimento de habilidades, promovendo a integração formal do idoso na sociedade e, possibilitando, assim, materializar o nicho respeitoso do mestre Yoda. 


 


 

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!
Message comes here!
Aguarde