ENTRAR NA PLATAFORMA
Meios para superar o analfabetismo funcional
"Que País é Esse?" Essa pergunta revela um sentimento de indignação, e faz parte do título de uma das músicas da banda "Legião Urbana" de 1987. Esse título permite a reflexão sobre a necessidade de elaboração de meios para superar o analfabetismo funcional no Brasil. Para que essa chaga social seja curada, é necessária a análise do que tange a passividade governamental e a falta de instrução popular.
Em primeira análise, cabe pontuar, que apesar da "Constituição Cidadã" de 1988, garantir a educação de qualidade para toda a população, não é isso que se observa na realidade. Dessa forma, ao analisar uma pesquisa feita pelo "Instituto Pró-Livro", comprova- se que 50% de seus entrevistados não possuíam o hábito da leitura de livros, justamente pela falta de compreensão do conteúdo. Nesse sentido, assim como pressuposto por John Locke, ocorre uma violação do "Contrato social", pois o Governo Federal não cumpre seu papel de legitimação de um direito básico aos cidadãos: a democratização da alfabetização funcional.
Outrossim, convém frisar, que a idéia de que o papel de letramento do indivíduo é exclusivo das escolas, é indubitavelmente, ineficiente. Uma prova disso, está ao analisar que a maior parte do tempo da criança e adolescente é em seus respectivos lares. Assim, a educação domiciliar se mostra como uma importante ferramenta, junto ao ensino escolar, para erradicação do analfabetismo funcional. Destarte, como proferido pelo pedagogo Paulo Freire: "Sem um fim social o saber será a maior das futilidades".
Depreende-se, então, que para superar a questão do analfabetismo funcional no país, impasses de caráter político e social necessitam ser revertidos. O Governo Federal, na figura do Ministério da Educação e Cultura, deve, em parceria com profissionais da área da linguagem, como professores, psicólogos e neurocientistas, por intermédio de um programa de erradicação do analfabetismo funcional, identificar e tratar os estudantes que precisam. É necessário, no entanto, que o tratamento seja adequado e de qualidade. Ademais, é essencial a publicação desse projeto para toda a população, por meio das mídias sociais, para que todos possam se conscientizar a respeito da problemática, da sua forma de prevenção e combate. Só assim, o analfabetismo funcional deixará de ser um problema para a sociedade brasileira, sendo, portanto, respondida a pergunta da banda "Legião Urbana": a Pátria Amada ? e educadora-, Brasil.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!
Message comes here!
Aguarde