O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Meios para o controle do lixo gerado no Brasil

No desenho Wall-e, da Disney, é contada a história de uma possível futura realidade, onde o acúmulo de lixo tomou conta do planeta terra. Fora das telas das televisões, encontramo-nos em uma situação, onde o acúmulo de lixo vem tomando proporções assustadoras, proporções essas que se não combatidas podem trazer resultados catastróficos.
Semelhantemente na maior parte das regiões do Brasil, as diversas categorias de resíduos (papel,plástico, orgânico e metal), são coletadas e levadas para diversos tipos de aterros, onde os lixos são pressionados e enterrados a metros da superfície da terra. Segundo engenheiros ambientas da Universidade Federal de São Carlos, esta medida além de não ser eficaz para combater o acúmulo, retarda o processo de decomposição e contamina o solo.
É inquestionável dizer que o Brasil não se preocupa com descarte sanitário, visto que dados do Ministério do Meio Ambiente mostram que apenas 20% das famílias brasileiras reciclam seu próprio lixo, atos este que acaba contribuindo para o acúmulo. Dados como esse, são afirmações que deveria preocupar mais à sociedade, pois o acúmulo de lixo tem consequências como, desgaste do solo, poluição eólica, contaminação de lagos e rios e desenvolvimentos de bactérias prejudiciais à saúde de qualquer espécie da fauna e da flora.
Em sua obra "O Lixo Extraordinário", o artista plástico brasileiro Vik Muniz, mostra diferentes formas de reutilizar o lixo doméstico. Esta medida se torna eficaz se anunciadas à sociedade, com isto, cabe à mídia junto com ONGs Ambientais, criar uma forma de marketing para chamar atenção da comunidade, e explicar os efeitos que o acúmulo de lixo pode causar. Além disto, órgãos governamentais exigir que o Ministério Público sancione uma lei para estimular um perímetro por aterro, colocando um limite ao volume de lixo recebido diariamente, assim poderemos evitar o acúmulo e ir à contra-mão do futuro que estamos fadados.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!