O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Meios para o controle do lixo gerado no Brasil

No século XVIII, a Revolução Industrial desencadeou uma série de modificações no estilo de vida e no espaço da população. O aumento da produção de lixo na época, por exemplo, reflete em uma problemática vista ainda na atualidade. No Brasil, a falta do seu devido descarte é o principal problema tornando propício riscos não somente à saúde pública, como também, ao meio ambiente.
Em primeira análise, é indubitável que a má gestão do lixo torna-se uma ameaça ao bem-estar da sociedade, tanto no aspecto da ocorrência da proliferação de animais em torno dos detritos, quanto na transmissão de doenças através da ingestão da água e de alimentos contaminados, como é o caso da cólera e da hepatite A. Um fator agravante a esse cenário é o descumprimento da lei aprovada em 2010, que decretava a erradicação dos lixões ao céu aberto até o ano de 2014, em que seu rejeito (o que não pode ser reciclado ou reutilizado) deveria ser encaminhado para aterros sanitários adequados.
Ademais, agride e polui a natureza, ampliando ainda mais esse cenário de calamidade pública que situa-se em nível alarmante. A produção do chorume, que consiste em uma substância líquida composta pela acumulação de detritos e que apresenta coloração escura de odor nauseante, contamina o solo e atinge as águas subterrâneas (aquífero, lençol freático) levando à degradação e, eventualmente, a destruição daquele ambiente.
Evidencia-se, portanto, o quão preocupante é o nível das consequências geradas pelo acúmulo e pela falta de tratamento correta do lixo. Por isso, faz-se necessário que o Ministério do Meio Ambiente em consonância com os prefeitos de cada cidade e a mídia, organizem e realizem campanhas focadas na reciclagem e na coleta seletiva por meio de mutirões com moradores locais, além de propagandas informativas na televisão e rádios que divulguem dados sobre o efeito prejudicial trazido pela ação antrópica para a vida coletiva, outrossim, ensinando e incentivando a compostagem (transformação do lixo orgânico em adubo) com auxílio de profissionais formados na gestão de resíduos, destinado para todos os cidadãos, a fim de buscar tornar o país menos poluído e mais desenvolvido.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!