ENTRAR NA PLATAFORMA
Medidas para superar o analfabetismo no Brasil
No livro "A hora da Estrela", de Clarice Lispector, a personagem Macabéa é uma jovem que se muda para o Rio de Janeiro em busca de melhores
condições de vida, contudo, tem dificuldades para se aquedar na cidade grande por ser analfabeta e não ter uma formação acadêmica. Consoante à obra literária, muitas pessoas no Brasil também são prejudicadas pela incapacidade da escrita. Nesse contexto, há dois fatores que não podem ser negligenciados: a herança histórico-cultural e a negligência do poder público.
Em primeira análise, vale ressaltar que a herança histórico-cultural é uma das principais causas da dificuldade em extinguir o analfabetismo no país. Isso ocorre porque, antigamente, as pessoas não eram incentivadas na busca pelo conhecimento, já que moravam em fazendas e não tinham outra perspectiva de vida, e o trabalho manual era passado entre gerações. Desse modo, a maior parte dos cidadãos desprovidos de alfabetização é mais velha, pois viviam em uma época em que o ensino básico não era estimulado. Comprova-se isso por meio de dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística que afirma: a população idosa é a mais afetada pela incapacidade da escrita.
Ademais, a negligência do poder público impossibilita que a problemática seja atenuada. Segundo Aristóteles, a política existe para garantir a felicidade dos cidadãos, no entanto, percebe-se que esse conceito encontra-se deturpado no país porque, apesar de a Constituição Federal garantir o direito à educação para todos os indivíduos, muitos brasileiros ainda são analfabetos. Nesse sentido, a falta de incentivo dos 3 poderes à escolaridade faz com que, de acordo com pesquisas feitas pelo IBGE, quase 12 milhões de pessoas sofram com a problemática.
Portanto, diante dos fatos supracitados, faz-se necessário que o Ministério da Educação, responsável pela garantia do direito ao conhecimento, juntamente com as escolas, crie projetos de visitação domiciliar de idosos, com palestras ministradas por professores sobre a importância do estudo, oferecendo vagas para eles nas instituições de ensino, de modo que essa parcela da população seja incentivada a assegurar o seu direito à educação. Logo, poder-se-á afirmar que a pátria educadora fornece o necessário para a extinção do analfabetismo.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!
Message comes here!
Aguarde