O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Medidas para combater a prática de bullying e de ciberbullying na sociedade brasileira

A série televisiva "Thirteen Reasons Why" apresenta, entre outros, práticas de bullying e ciberbullying, que influenciam diretamente no modo de vida da personagem principal. Contudo, fora da trama, a sociedade presencia frequentemente essa prática, que ocorre de maneira velada e é impulsionada pela falta de punições e estabelecimento de padrões que são disseminados em todo o mundo.


Em primeiro plano, a prática de bullying e ciberbullying fragiliza o direito à liberdade previsto na Constituição Federal de 1988, e a omissão do Estado corrobora para a permanência dessa violação. Além disso, tal prática pode ser analisada sob o conceito de banalidade do mal da socióloga Hannah Arendt, no qual o indivíduo, na ausência de responsabilidade, comete atos que posteriormente passam a ser considerados comuns.


Por conseguinte, essa prática pode ser associada aos padões impostos pela sociedade do século XXI, que exclui diferenças e levam à violência, e colaboram para as diversas consequências do bullying e ciberbullying, como baixa autoestima. Nesse viés, cabe destacar também a função dos pais na participação ativa na rotina dos seus filhos, garantindo que esses não praticam nem são vítimas desse ato que ocorre principalmente em escolas, sendo, portanto, um obstáculo para que o Brasil se torne um país desenvolvido.


Urge, portanto, que o Estado em união com a sociedade criem medidas que amenizem o atual panorama. É mister que as autoridades, por meio de verbas governamentais, criem campanhas de conscientização em veículos midiáticos acerca do bullying e ciberbullyng e promova palestras ministradas por especialistas aos educadores e pais em ambiente escolar, bem como a promoção de leis mais rigorosas sobre essa questão, para que assim, seja possível combater as práticas dessa violência.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!