O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Medidas para combater a prática de bullying e de ciberbullying na sociedade brasileira

Charles é um garoto de 17 anos que é vítima diariamente de bullying no colégio em que estuda. No decorrer da história, é narrado o quanto esses atos trouxeram para sua vida traumas psicológicos. É assim no livro "As vantagens de ser invisível". Nos dias atuais, as práticas de bullying e cyberbullying persistem.
O filósofo Jean-Paul Sartre afirmou que "A violência, independente do meio em que se manifestar, é sempre uma derrota". Atualmente, percebe-se que essa frase está cada vez mais presente no dia a dia dos jovens brasileiros vítimas de agressões verbais e físicas, principalmente no âmbito escolar, em que há uma hierarquia entre as partes. Assim, para se impor sobre o colega de classe considerado "mais fraco", o indivíduo comete o conhecido como bullying. Nessa intolerância, cabe ainda destacar o papel das redes sociais. Nela, adolescentes, na maioria das vezes em contas anônimas, propagam discursos de ódio contra outras pessoas sem refletir nas possíveis consequências.
Dessa forma, muitos jovens encontram-se vulneráveis a tais atos, ainda pouco fiscalizado pelo Judiciário, gerando lembranças desagradáveis para toda a vida. Ademais, com medo de contar aos seus pais os problemas sofridos, estudantes não encontram apoio dos seus pais ou ajuda profissional, sendo essas as principais causas do aumento dos casos de doenças como a depressão. Com isso, enquanto instituições de ensino e familiares não conseguirem ensinar aos alunos/filhos formas de colocarem na visão do outro, não se poderá conseguir uma real democracia.
Sendo assim, medidas são necessárias para se resolverem esses impasses. É fundamental que o Estado junto com o terceiro setor -que busca melhorias nas comunidades- realizem palestras nas mesmas e em escolas públicas sobre a importância do respeito entre cidadãos em uma sociedade democrática e as formas de denunciar a prática de preconceito em diferentes ocasiões. Desse modo, estudantes saberão o quão importante é o ato da empatia com o próximo. Todavia, em parceria com o Ministério Público, deve colocar online uma Ouvidoria Pública anônima para as denúncias dos atos de cyberbullying virtualmente.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!