ENTRAR NA PLATAFORMA
Medidas para combater a prática de bullying e de ciberbullying na sociedade brasileira
Percebe-se que, no Brasil, a prática de bullying e ciberbullying é um imbróglio que está cada vez mais presente. Nesse contexto, é imperioso analisar as consequências dessa questão. Desse modo, dois fatores fazem-se relevantes: o descompromisso social e a ausência de orientação educativa.
Em primeiro lugar, segundo Durkheim, "o fato social é uma maneira coletiva de pensar e agir, dotada de exterioridade, generosidade e coercitividade". Diante desse nexo, observa-se que a prática de bullying e ciberbullying é o reflexo do descompromisso social -aspecto antagônico ao fato social-, uma vez que pessoas violentam umas as outras, tanto fisicamente quanto psiquicamente, de forma intencional, com objetivo de causar dores e angústias. Nesse sentido, as vítimas dessas violências -presentes nas escolas, redes sociais ou no trabalho- são excluídas da sociedade e sofrem com os maus-tratos, produtos gerados pela falta de contrato social entre os brasileiros.
Ademais, consoante o filósofo Platão, "a orientação da educação marca a conduta ulterior". Perante essa ótica, verifica-se que indivíduos cometem bullying e ciberbullying devido à inexistência de orientação educativa -algo que destrói a conduta de uma comunidade-, haja vista que as escolas não orientam os estudantes sobre os malefícios que essas agressões geram e nem criam projetos que finalizam sensibilizar ou punir os praticantes desses crimes. Dessa maneira, a população é impelida a cometer essa barbárie por não receber a educação de como ser cidadã.
Em face do exposto, intentando a extinção da prática de bullying e ciberbullying, conforme Auguste Comte, "é preciso saber prever a fim de prover". Assim, o Ministério da Educação e o Ministério dos Direitos Humanos devem realizar campanhas e projetos dentro das instituições de ensino e nos demais lugares do país, por meio de políticas públicas e dos veículos midiáticos, com intuito de alertar e sensibilizar a sociedade acerca dos entraves que essas violências causam e punir, adequadamente, os agressores, com fito de aniquilar essas hostilidades. A começar por esses aspectos, o bem-estar da densidade demográfica como um todo será garantido.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!
Message comes here!
Aguarde