O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Maus hábitos e infarto e jovens

Futuro consciente
Os maus hábitos se fazem presentes na vida de todos os indivíduos, principalmente de jovens que frequentemente se submetem a riscos pelo próprio prazer. Segundo o médico Drauzio Varella, o infarto é a obstrução de artérias com funções de transportar sangue arterial - rico em oxigênio- para o músculo cardíaco, sem a pulsação do mesmo o coração não possui mais sangue para bombear, levando-o à falência da sua função. O índice de casos no Brasil cresce diariamente, resultado de uma má administração aos cuidados e hábitos com a saúde.
O infarto é silencioso e pode ser fatal quando não possuir atendimento hospitalar imediato. No ano de 2015, ocorreu a morte de um irmão do famoso cantor Mc Gui, vítima de infarto aos 17 anos, o garoto faleceu após o suposto consumo exagerado de energético em festas. Anualmente, aproximadamente trezentos mil pessoas sofrem de ataque cardíaco e setenta mil destes saem sem vida. O número de jovens afetados correspondem entre 13% a 15%, estes que possuem idade inferior dos quarenta anos, correm um risco maior de sofrer o infarto letal.
Alguns fatores que desencadeiam o problema é o sedentarismo, hipertensão, histórico familiar, estresse e consumo de drogas - como a cocaína, muito procurada por jovens e adolescentes. Apesar de cada organismo reagir aos sintomas causados pela parada da circulação arterial de maneiras diferentes, à atenção para dores no peito e ombro esquerdo devem ser sempre avaliadas por profissionais, por serem os principais e mais comuns sintomas apresentados. Por ser um dos maiores causadores de morte no Brasil, medidas devem ser tomadas para solucionar a problemática.
O ministério da saúde com o apoio dos meios midiáticos, devem articular campanhas de prevenção conscientizando a importância de hábitos saudáveis, promovendo mutirões da saúde e ampliação de academias em praças públicas, incentivando e colaborando com a população de classe baixa e média. Segundo Nelson Mandela "A educação é a arma mais poderosa que você pode usar para mudar o mundo", assim, escolas carecem de projetos de conscientização interligados com aulas de primeiros socorros, formando crianças para situações que podem salvar vidas. Educar e informar é o caminho para um futuro consciente.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!