O desconto do plano APROVADO EM 2021 termina em: dias horas minutos segundos

Mais médicos

Médicos no Brasil atual
A falta de médicos nos interiores das cidades e norte do Brasil, obrigou o governo a importar médicos para suprir essa carência, desta forma, atendendo as populações mais carentes do serviço. tal medida foi fortemente criticada no início por alguns especialista, apontando que os médicos cubanos estariam despreparados, no entanto, as estatísticas dizem o contrário.
O brasil tem bastantes médicos, é o que aponta o estudo "demografia médica do Brasil" feito pela USP, no entanto, o ministério da saúde divulgou em 2014 que o Brasil tem seus médicos mal distribuído, há muitos médicos no sudeste e poucos nas periferias e nordeste do Brasil, deixando de lado o atendimento básicos para quem mora longe dos centros, onde há hospital, ainda que em péssimas condições, mas sem médicos. O "programa mais médico", veio para ocupar de imediato e suprir a necessidade das populações mais carentes, o que, segundo a pesquisa da UFMG com a IPESPE, quase 80% dos pacientes avaliaram como boa, mostrando que o programa está cumprindo seu papel de forma efetiva.
Já no curso de medicina no Brasil, o exame realizado pelo Conselho Regional de Medicina de São Paulo mostra que metade dos alunos que realizaram a prova, foram reprovados, somado a isso, o MEC divulgou que nos últimos 10 anos, foram abertos aproximadamente 100 escolas médicas, privadas, a maioria delas ficaram com o conceito do curso abaixo de 3, mostrando que a qualidade de ensino da medicina no Brasil deixa a desejar, como também o fato de, apesar de haver muitos médicos, a preparação destes para a profissão no Brasil é insatisfatória.
Diante dos fatos supracitados, é imprescindível que o governo dê incentivo como bolsa moradia e alimentação para formandos trabalharem pelo menos temporariamente nas periferias e áreas carentes, como também investir na infraestrutura dos hospitais na periferia e norte do Brasil, além disso, na qualidade do ensino, o governo precisa frear a abertura de novos cursos e cobrar das escolas privadas mais qualidade e esforço para aumentarem o CC do MEC, penalizando aquelas que se manterem por vários anos em 1 e 2 com multas ou fechamento, as faculdades, investir em tecnologias virtuais como "Virtual reality" e sistemas como o "geekie", para ajudar os alunos a absorver melhor as matérias enquanto não estiverem em sala de aula, desta forma, aumentando a qualidade de ensino, criando ótimos médicos, como kant disse: "as pessoas são o que a educação faz delas."
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!