O desconto do plano APROVADO EM 2021 termina em: dias horas minutos segundos

Mais médicos

De acordo com a Constituição brasileira de 1988, a saúde é direito de todos e dever do Estado. Mas será que isso realmente acontece no cenário atual? O programa Mais Médicos, que já está em funcionamento no Brasil há mais de dois anos, vem trazendo muitos benefícios para a população, contudo, há ainda vários aspectos a serem superados.
O Mais Médicos, programa criado pelo governo brasileiro, surgiu com o objetivo de melhorar o atendimento nas regiões onde há escassez ou ausência de médicos. Ao todo já são mais de 60 milhões de brasileiros beneficiados e 18 000 médicos a mais para atender a população pelo Sistema Único de Saúde (SUS), de acordo com o portal eletrônico da Universidade Aberta do SUS (UNA-SUS).
Em contrapartida, existem cidades em que a estrutura do SUS é precária. Devido aos maus repasses de verbas pelo governo federal, muitos municípios não possuem as condições necessárias para atender seus usuários. A infraestrutura do local de trabalho e a falta de equipamentos e medicamentos são alguns dos problemas relatados por médicos e usuários.
Diante disso, portanto, medidas são necessárias para resolver esse impasse. A Receita Federal deve aumentar o repasse dos impostos para a área da saúde, a fim de melhorar a atuação da saúde pública no país. Além disso, o Ministério da Saúde deve estar em consonância com o Ministério das Cidades, promovendo uma melhor comunicação e fiscalização da situação vigente nos estados e municípios. Como Gilberto Freyre já dizia: " Sem um fim social o saber será a maior das futilidades". Desse modo, a saúde pública brasileira será mais acessível e igualitária.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!